Colunistas DEDO DE MOÇA
09/10/2019 Dedo de Moça - 14

A pataquada do MDB não chegou ao fim!


Que o MDB está perdendo sua força política é fato. O negócio é que agora eles estão apelando para se “popularizar” e atender demandas da base. Na última convenção do partido, o novo presidente, Baleia Rossi, chegou no rolê com muito batuque, música popular e trompete. Ibaneis Rocha, governador do DF, também chegou no mesmo estilão. Na hora do almoço, um buffet bem popular com arroz, feijão, farofa, bisteca e papo de futebol na mesa com a alta cúpula do partido. Teve de tudo... Menos a minoria que eles próprios gostariam de atingir. Os representantes do partido eram todos homens e brancos. Ué?

 


Atestado médico para dar com o pau


Divulgaram por aí que a quantidade de servidores do Governo do Distrito Federal afastados no primeiro quadrimestre de 2019, em virtude de licenças para tratamento de saúde, chegou a 15.854. Isso significa uma média de 132 atestados por dia! Em termos de valores, a essas abstenções, segundo a Secretaria de Economia, chegou ao valor exorbitante de R$ 157.140.961,57, apenas neste ano. Em relação ao total de licenças apresentadas no quadrimestre, 53% delas são de servidores da Secretaria de Saúde; 34% da Educação; e 13% das demais pastas... Isso porque os comissionados nem entraram nesses números, hein?

 

Com a estrela do PT virada para a lua


Raio não cai duas vezes no mesmo lugar? Isso é história para boi dormir. Lembram quando assessores da liderança do PT ganharam cerca de R$ 120 milhões na Mega? Pois é. Um dos vencedores ganhou novamente. Dessa vez o prêmio não estava na casa dos milhões, mas o sortudo acertou a quadra e vai receber R$ 579. Diz ele que não foi sorte, foi insistência...

 

 

Ninguém segue a lei


Desde o início da semana, os brasilienses ficaram sem aquele famoso “transporte irregular”. Isso tudo aconteceu quando uma lei entrou em vigor transformando este tipo de ação em infração gravíssima. Mesmo com o endurecimento das punições, motoristas continuam se arriscando na atividade ilegal na Rodoviária do Plano Piloto. Ao longo do dia, dezenas de veículos que faziam lotação passaram pelo terminal. Lei é para poucos, aparentemente.

 

Vetado o anticrime


A tal campanha publicitária do pacote anticrime já está dando o que falar. Mas ao que tudo indica, não vai rolar. O ministro Vital do Rêgo, do TCU, determinou que o governo federal suspenda a campanha, elaborado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Afirmam por aí que a elaboração e veiculação da campanha vai custar R$ 10 milhões aos cofres públicos. Para alguns, existe a violação do princípio da impessoalidade no uso da verba pública com a campanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
DEDO DE MOÇA
ÚLTIMOS ARTIGOS