Colunistas Zé Maria Ulles
01/05/2017 Filme: A Bela e a Fera Nota 7,0

O conto francês “A  Bela e a Fera” de 1740 - escrito por Gabrielle-Suzanne Bartot - continua encantando. Depois do sucesso do desenho animado de 1991, a Disney apostou na adaptação cinematográfica da obra colocando gente de verdade (já havia feito o mesmo com Cinderela em 2015). No original, a protagonista tem duas irmãs invejosas e bem malvadas que fazem tudo para que ela não encontre a Fera, aliás a história é muito parecida com a de Cinderela. Só que na nova versão do estúdio, as irmãs não aparecem. Em compensação, inventaram o personagem de um playboy burro e pouco sofisticado para ser o vilão do filme. Mastigando – Em pequena vila, jovem é cortejada por rapaz tolo e fútil. Mesmo não sendo correspondido por ela, tenta insistentemente receber um sim. Enquanto isso, o pai da moça é preso pela Fera, em um castelo próximo dali, por roubar uma bela flor. Ao procurar pelo pai, a jovem se depara com a inusitada situação. E acaba entregando sua liberdade ao monstro para libertar seu pai. Apesar do elenco cheio de estrelas - Dan Stevens, Luke Evans, Ewan McGregor, Kevin Kline e Emma Thompson - poucos aparecem por muito bom tempo. Alguns foram substituídos pelos respectivos personagens digitalizados. A protagonista, Emma Watson, tem BELA atuação!!! O orçamento foi de 160 milhões de Dólares e não por acaso a parte técnica brilhou. Belos efeitos especiais!!! Aliás, neste quesito, a Disney não erra... A direção de Bill Condon é segura, todavia, em seu filme falta um “Q” a mais. Um certo encanto!!!  Conhecido por dirigir dois filmes do seriado “Crepúsculo” - Amanhecer 1 e 2 (2011/2012). O roteiro de Melissa Rosenberg agrada. Vou repetir: apesar dela ter fugido EM MUITO ao original!!! O pecado esta na edição de Virginia Katz. Algumas cenas são rápidas demais e poderiam ser mais bem exploradas. Uma obra com cunho tão sensível não combina com rapidez em demasia. BELA fotografia!!! Tobias Schliessler assina. Bela trilha sonora de Alan Menken. A maioria das canções, desta versão, foram retiradas do desenho animado, mas há novas entre elas. Fique até o final dos créditos para ouvir a belíssima “How Does a Moment Last Forever” interpretada por Celine Dion. (vencedora do Globo de Ouro e do Oscar por “Beauty and the Best”). Até agora, o filme arrecadou 710 milhões de Dólares. Não perca esse SUCESSO !!!

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS