Colunistas Zé Maria Ulles
16/12/2019 Filme: Brooklin - Sem Pai nem Mãe - nota 7,75

A atuação de Edward Norton já mereceria o ingresso, mas "Brooklin - Sem Pai nem Mãe" vai muito além de seu protagonista. A começar pela maravilhosa ambientação de uma cidade cosmopolita e jazzística como New York. Mastigando – Durante o ano de 1950, proprietário de agência de detetives da cidade de Nova Iorque se envolve com gangue de corruptos e acaba sendo sequestrado e morto por eles. Um de seus empregados tenta entender o ocorrido e faz, por si só, uma investigação sobre o caso. O diretor, Edward Norton, faz trabalho primoroso. Belas cenas não faltam, tanto para contar a história quanto para levar o espectador a se comprometer com a ideia de espaço - até porque, o roteiro vai abordar a questão imobiliária e sua influencia social. Ótima fotografia de Dick Pope.  Belo trabalho de edição!!! Joe Klotz assina. Um dos fortes da fita está na trilha sonora. Crédito para o compositor Daniel Pemberton. Destaque, também, para a cenografia. Além do protagonista, estão no elenco: Bruce Willis, Alec Baldwin, Willem Dafoe, Gugu Mbatha-Raw  e  Bobby Cannavale. Na bilheteria a película fracassou. Arrecadaram somente 13 milhões de Dólares. Para um custo de produção de 26 milhões. Além de atuar e dirigir, Edward Norton também roteirizou o filme. E com profunda competência!!! Mesmo com 144 minutos de projeção, a história te cativa e o tempo não se transforma em algo enfadonho. A obra é baseada no livro "Motherless Brooklyn", lançado em 1999, pelo escritor Jonathan Lethem. A crítica norte americana achou regular. Média 6.1 em 10.0. "Brooklin - Sem Pai nem Mãe" um filme que diz a verdade; com um protagonista que não pode mentir... Não perca está obra cinematografia e entenda porque... Estamos fadados - por nossas consciências - a navegar em um oceano de honestidade.  
 

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS