Colunistas Zé Maria Ulles
28/09/2017 Filme: Castelo de Vidro Nota 8,0

Adaptado do livro homônimo, lançado em 2005, pela escritora, Jeannette Walls, “Castelo de Vidro” chega aos cinemas revelando bela história autobiográfica. Mastigando –  Pai cria seus filhos em seu mundo particular - de forma totalmente desconectada com a realidade da vida. Com o passar dos anos, os filhos percebem que a fantasia paterna não levará nenhum deles a lugar algum. Maravilhoso filme!!! Só que o expectador precisa ter estômago e muito autocontrole para não se retirar da sala de cinema antes do filme acabar...  A obra mexe com situações familiares bem complicadas e de difícil aceitação como: alcoolismo, rejeição e abuso sexual. São 127 minutos de muito drama. O diretor, Destin Creton, mostra grande sensibilidade no tratamento das imagens. Extrai dos atores uma veracidade dramática incomum... Tanto dos jovens quanto dos adultos. Maravilhoso roteiro adaptado!!! Bela fotografia. Brett Pawlak assina!!! Belíssima edição de Nat Sanders. No elenco: Brie Larson (um show), Woody Harrelson (melhor papel de sua vida) e Naomi Watts. Os críticos norte americanos bateram no filme atribuindo média de 5,7 em 100. Não perca esse belo relato cinematográfico. “Castelo de Vidro” é um retrato fiel de como a ‘inconsequência’ de um líder afeta a todos. 

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS