Colunistas Zé Maria Ulles
31/10/2017 Filme: Churchill Nota 7,0

A personalidade forte do líder inglês foi determinante para a vitória dos Aliados na Segunda Guerra Mundial. Mesmo sendo contrário a tomada de algumas decisões, Churchill elevou a honra de um povo. E foram os Ingleses que salvaram o mundo!!! A vitória Russa veio depois... O filme em questão mostra um governante grosseirão e HUMANIZADO. Mais preocupado em salvar vidas do que - propriamente - vencer uma guerra. Mastigando – Em 1944, quatro dias antes da invasão dos Aliados na Normandia, líderes mundiais se reúnem para decidir o momento exato da operação. Winston Churchill se posiciona contra a tomada por temer um número gigantesco de soldados/rapazes mortos. Seria uma carnificina... E foi!!! A ‘Operação Overlord’ deu a vitória aos Aliados, contudo, deixou, aproximadamente, 4.500 soldados sem vida em suas primeiras horas. Poderia ter sido um filmaço se o roteiro tivesse mostrado cenas da guerra e da invasão em si. Dando ênfase a preocupação de Churchill... Mas a película se concentra em personagens - a começar pelo principal - e menos no fato do dia “D”. Por outra parte, as atuações foram barbaras!!! Oscar para o ator, Brian Cox, que interpreta o protagonista, assim como, para a atuação de Miranda Richardson como primeira dama. Excelente John Slattery como Eisenhower. Completam o ótimo elenco: James Purefoy e Ella Purnell. Na parte técnica a excelência fica para a fotografia de David Higgs. Boa edição. Chris Gill assina. Os produtores morreram na praia. Custo de 10milhões de Dólares para uma arrecadação de apenas 5,5 milhões. A crítica internacional (norte americana e inglesa) deu média 6,0 em 10,0. O diretor, Jonathan Tepilitzky, faz um bom trabalho. A pendenga fica por conta do roteirista/historiador, Alex Von Tunzelmann, que teria inventado ‘coisas’ desmerecedoras sobre o protagonista. Seja lá como for: Veja “Churchill” e lembre dos primeiros 27 minutos da obra “O Resgata do Soldado Ryan” (1998) e reflita sobre os 450 mil mortos - nos 90 dias da ‘Operação Overlord’. Hoje, são 27 cemitérios na região!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS