Colunistas Zé Maria Ulles
16/12/2019 Filme: Crime Sem Saída - nota 7,0

A trama chama atenção, até porque, a morte de policiais tem sido uma constante, também, por aqui... Com roteiro bem amarrado por Adam Mervis e Matthew Michael Carnahan o filme passeia por uma Nova York noturna e perigosa. E é em um pedaço limitado da noite que a trama se faz presente. Ou seja, haja CORRERIA!!! Mastigando – Ladrões tentam roubar 30 quilos de cocaína, mas o crime não sai da forma como planejado e oito policiais são mortos. Para desvendar a desastrada operação é designado detetive experiente que manda fechar todas as saídas da ilha de Manhattan/New York. Brian Kirk conduz bem a trama com direção sem grandes assaltos – os apelos cinematográficos não fazem parte. As cenas são construídas na medida certa. O filme em questão é a segunda incursão do cineasta na telona. Kirk labuta mesmo na direção de seriados para a TV. Boa fotografia de Paul Cameron. Ótima edição. Tim Murrell assina. Boa trilha sonora. Henry Jackman e Alex Beicher ficam com o crédito. No elenco: Chadwick Boseman, J.K. Simmons, Taylor Kitsch e Sthephan James. A perseguição tem 110 minutos de duração. Nas bilheterias não rendeu correria, apenas 34 milhões de Dólares foram arrecadados. A produção ficou em 33 milhões. Para a crítica norte americana. Média 5.2 em 10.0. A saber: a tradução do nome da obra para o português é de amargar. No original, em inglês, "21 Bridges". "Crime Sem Saída" pode não ter saída para os criminosos, entretanto, se você for um cinéfilo competente mata o enredo... Se não for, vai gostar - ainda mais - do que viu... Com um protagonista bem ao estilo Sherlock Holmes!!!  
 

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS