Colunistas Zé Maria Ulles
28/04/2017 Filme: O Espaço Entre Nós Nota 7,5

Pense em um filme bem feito!!! Ótima direção do experiente Peter Chelson. Em seu currículo obras como: “Escrito nas Estrelas” (2001) e “Vamos Dançar” (2004). Um roteiro MARAVILHOSO!!! O roteirista Allan Loeb acertou em tudo. Se em “Beleza Oculta” (2016), ele foi muito econômico, no filme em questão, as coisas estão no devido tempo e lugar. São 121 minutos de projeção que você não percebe. Vale lembrar: Allan foi responsável por “Wall Street - O dinheiro nunca dorme” (2010). Mastigando – A NASA manda uma equipe de astronautas para o planeta Marte, mas não contava que um feto já se desenvolvia no útero da líder da missão. Após 16 anos do nascimento, o jovem marciano sente desejo de conhecer seu pai, a Terra e uma jovem amiga da internet. Porém, a adaptação ao novo mundo gera problemas emocionais e orgânicos no turista planetário. No elenco: Asa Butterfield, Britt Robertson, Carla Gugino e o genial Gary Oldman. Os efeitos especiais são de outro mundo. Na medida certa!!! Ótima fotografia de Barry Peterson. Outro ponto forte da obra é a trilha sonora do compositor Andrew Lockington. Boa edição!!! Em “O Espaço Entre Nós” algumas questões  existencialmente humanas são muito bem trabalhadas gerando diálogos humorados e definindo comportamentos sociais específicos. Por exemplo, a questão da mentira - muito comum em todos nós. O filme custou 30 milhões de Dólares aos produtores e foi um profundo fracasso de bilheteria. Apenas 10 milhões arrecadados. A crítica americana deu nota baixa (3.3 em 10.0). Apesar disso, a película deixa no ar uma possível continuação. Quando a grana entra é sempre mais provável que aconteça, todavia, como Marte está na moda!?!?!

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS