Colunistas Zé Maria Ulles
16/12/2019 Filme: O Juízo - nota 5,0

A direção de Andrucha Waddington merece aplausos no tocante ao tratamento da imagem – cenas bem construídas e agilidade nos 'takes' dão credibilidade a obra, todavia, no geral, o filme não diz a que veio e em alguns momentos parece ter sido patrocinado pela Toyota e seu carro/rural. Mastigando - Homem leva mulher e filho único à fazenda de seu falecido avô para passarem, aproximadamente, um ano por lá. Diante das más condições do local, fica evidente a dificuldade que todos teriam para viver no velho casarão, principalmente, o adolescente. Mas tudo muda quando o filho conhece menina misteriosa. Apesar do capricho na condução técnica, a história elaborada pela atriz e roteirista, Fernanda Torres, deixa transparecer certas necessidades óbvias, por exemplo: o rapaz persegue a moça, se machuca na busca e a situação não é verbalizada/analisada com a família – o que uma menina faz neste fim de mundo?!?! O roteiro não chega a ser ruim, mas carece de melhor atenção no tocante aos detalhes. Excelente fotografia!!! Azul Serra assina. Muito boa trilha sonora. Composta por Antonio Pinto, Yanel Matos e Andre Namur. Excelente trabalho de edição!!! Os produtores gastaram oito milhões de Reais. No elenco: Felipe Camargo, Fernanda Torres, Lima Duarte, Carol Castro e Joaquim Torres Waddington. "O Juízo" tem 99 minutos de duração. A obra é creditada como terror... Só que não tem uma cena que te dê medo - muito menos susto!!! E como suspense é bem morno. Em resumo – Tudo bem que a sociedade contemporânea está alienada, contudo, nenhuma dívida será perdoada se no roteiro não constarem as perguntas certas!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS