Colunistas Zé Maria Ulles
16/07/2017 Filme: Rock’n Roll - Por trás da Fama Nota 5,5

Em uma sociedade extremamente competitiva, envelhecer é um atributo perigoso. Mastigando – Ator renomado se irrita ao interpretar o papel de pai de uma belíssima jovem. Inconformado com a situação, transforma o sete de gravação em um mar de balburdias. Como se não bastasse, resolve virar garotão aos moldes dos ídolos do Rock’n Roll. No elenco: Guillaume Canet (em ótima atuação), Marion Cotillard (conhecida pelos filmes “Meia Noite em Paris” de 2011 e “Aliados” de 2117) e Camille Rowe. Canet faz de tudo na execução de “Rock’n Roll”. Se no roteiro ele acerta - conjuntamente com Philippe Lefebvre e Rodolphe Lauga - como diretor, comete alguns pecados. Em certas cenas, o filme tem levadas mal conduzidas, em outras, certa lentidão - o que não casa com o gênero proposto. Como há exagero, o que deveria ser engraçado - em certas situações - fica BOBO!!! Todavia, o roteiro faz grande crítica a uma sociedade que luta ferozmente para não envelhecer. Do excesso de exercícios físicos aos meios mais abusivos como o uso de anabolizantes e enchimentos musculares, em “Rock’n Roll”, você vê de tudo. Na parte musical, tudo cai muito bem!!! Da trilha sonora de Yodelice as canções consagradas. A película tem 123 minutos de duração. O filme foi um grande fracasso comercial na França. Em resumo: com muitos altos e baixos a comedia anima, mas não contagia...

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS