Colunistas Zé Maria Ulles
30/04/2018 Filme: Submersão - nota 6,0

O roteiro peca por abordar de forma confusa o lado profissional dos dois protagonistas. Os respectivos mundos são mal construídos por diretor e roteirista. Inclusive, o conflito em que o ator principal se meteu está inconsistente e, em alguns instantes, parece tolo. No caso da atriz principal, acontece o mesmo... No elenco: James McAvoy, Alicia Vikander (ela é uma graça) e Celyn Jones. Mastigando – De tão envolvidas em seus universos profissionais, duas pessoas solitárias vão a um belo balneário para refazer as ideias. Se encontram ao acaso... Diante das realidades a intimidade não custa a aparecer e os papos cabeça também. Contudo, a vida do protagonista parece bem mais secreta do que a dela. Divididos por mundos profissionais bem distintos, se separam com juras de amor e prometem um novo encontro, mas para isso, precisam VENCER seus verdadeiros abismos.  Ótima edição de Toni Froschhammer. Ele faz um casamento temporal perfeito - coincidindo os mesmos afazeres vivenciados pelos protagonistas - mesmo que cada um deles esteja em diferente lugar. O diretor, Wim Wenders, de “Paris Texas” (1984) e “Asas do Desejo” (1987), vai bem quando o filme passeia pelo romance, todavia, se atrapalha para contar a história individual de cada protagonista. Wenders faz belas tomadas, mas parece ter perdido o folego para contar uma boa história... Se preocupou em dramatizar demais... E esqueceu de colocar sexo e poesia no filme!!! O final da fita compromete!!! O roteiro de Erin Dignam tem altos e baixos. Fica evidente a má qualidade do mesmo, ao explorar a missão quase suicida do agente secreto. Aliás, o protagonista não parece ter nenhuma habilidade para encarar terroristas. Boa trilha sonora de Fernando Velazquez. Belo trabalho de fotografia. Benoit Debie assina. O filme custou 15 milhões de Dólares e morreu na praia com arrecadação de apenas 327 mil. A crítica norte americana deumédia 4.5 em 10.0. A obra é baseada no livro “Submersão” de JM Ledgard, lançada em 2011. A película tem 112 minutos de duração.

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS