Colunistas Zé Maria Ulles
18/11/2017 Filme: Um Perfil para Dois Nota 8,5

“Solidão... Ninguém merece!!! Esta afirmativa sintetiza a obra em questão - que tem roteiro espetacular!!! Inteligente, leve e muito bem amarrado. O filme é uma aula de como se faz comédia!!! Até porque: “O segredo de uma velhice agradável consiste na assinatura de um honroso pacto com a solidão”. A frase de Gabriel Garcia Márquez é justamente o que o protagonista não acha.  Mastigando – Com idade bem avançada, viuvo aprende os segredos da informática/internet com jovem professor. Na ânsia de sair da solidão que o assola, resolve entrar no mundo dos sites de relacionamento. Com papo cabeça e charme literário, mas sem declarar sua verdadeira idade, acaba empolgando mulher bem mais jovem. Após marcar encontro com a mesma, o velhote paga seu professor para se passar por ele e sair da enrascada. Maravilhosas interpretações!!! Pierre Richard, Yannis Lespert, Fanny Valette e Stéphanie Crayencour compõe o elenco. O diretor, Stéphane Robelin, fez uma comédia saborosa. A câmera realça - com cautela e perfeição - a imagem de cada personagem extraindo belas expressões dramáticas em ‘close-up’ (plano fechado no objeto filmado). Ele cria ‘sensibilidade aguçada’ em cada take. Robelin também roteiriza a fita. Excelente edição!!! Cenas dinâmicas e objetivas. Os produtores gastaram cinco milhões de Dólares para bancar a película. O filme tem 99 minutos de duração - quase todos com riso. A afirmação de Victor Hugo, “Todo inferno está contido nesta única palavra: solidão”, pode se transformar em paraíso... Para tal, não deixe de assistir “Um Perfil para Dois”, você vai sair do cinema muito bem ‘acompanho’ por uma profunda vontade de RIR.

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Zé Maria Ulles
Quando menino, tinha o sonho de estudar Astronomia e fazer cinema. O tempo passou, e Zé se formou em Comunicação Social, História, Filosofia e Música.
ÚLTIMOS ARTIGOS