Colunistas Diego Lara
09/12/2015 O sertão vai virar Marte!

Alô Marciano! Eu falo da Terra! E pra não variar, Rita Lee, continuamos cegos! Não conseguimos enxergar o turbante do Bush, o nome do fabricante nas balas das armas e nem conseguimos mais distinguir a água da lama, como o joio do trigo! Da lama ao caos, cantou o profeta vindo ironicamente da própria lama e de ciência e procedência desconhecidas! Somos cegos e surdos, porém, não cegos e surdos como os cegos e surdos de verdade. Porque os cegos e surdos de verdade enxergam e escutam melhor que os que não são cegos e surdos de verdade.

 

Marcianos, preparem-se que estamos indo aí em busca do seu gelo para esfriar nossos drinks! Aqui tá muito difícil de limpar. Melhor mesmo é dividir o gelo de vocês. Porque nos dias de hoje a gente xinga o minério, pelas câmeras fotográficas e filmadoras, aparelhos televisivos e computadores produzidos pelo próprio minério! Sim, não tem sentido mesmo.  E vamos de veículos de minério ajudar as pessoas afogadas pelos minérios. Mas tá tudo bem, tudo certo. Já que está na bíblia que o homem foi feito de barro. Você diz lama, a bíblia diz barro, enfim, eu digo que deveríamos fazer um jarro. Opa, me desculpem. Esqueci que não há mais água para o jarro. Virou falta de educação oferecer água para as visitas. Por isso amigos, mantenham a etiqueta porque os engravatados e bem vestidos serão os primeiros a serem retirados dos escombros. Ou os primeiros a serem enviados a Marte. Enquanto isso, o sertão não mora mais dentro de nós como disse o Rosa. Se ele fosse escrever sobre isso hoje, seria poesia dizer que o sertão mora em todo lugar. Até em Marte.

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Diego Lara
EcoPepper - Geógrafo especialista em Estudos Ambientais pela PUC-Minas. Produtor e Editor de Vídeos pela Recorte Audiovisual.
ÚLTIMOS ARTIGOS