Colunistas Pepperina
02/03/2016 Os bafões da Sapucaí em 2016 (EU TAVA LÁ!)

A Revista Pepper está ficando cada dia mais chique e importante. Mal tinha acabado as minhas férias, e já me fizeram um convite para eu ir pro carnaval do Rio de Janeiro. Até me deu preguiça (ATÉ PARECE)... Dessa vez, me convidaram pra ir assistir o supra-sumo do carnaval carioca na Marquês de Sapucaí. De camarote... Coisa básica! Fui no Camarote Folia Tropical, no coração do sambódromo.

Foi tudo lindo, maravilhoso, e meio turvo porque era open bar, né? O camarote tinha espaço para customização do abadá, espaço zen com direito a massagens nos pezinhos cansados, área de beleza para as meninas ficarem lindas a noite toda, e uma parte com show exclusivo do Arlindo Cruz. Fui no primeiro dia de desfile, aquele que teve Estácio de Sá, União da Ilha, Beija-Flor, Grande Rio, Mocidade Independente de Padre Miguel e Unidos da Tijuca.

A recepção foi ótima, tinha gente bonita em tudo quanto é lugar! Além de comida boa e bebida pra dar com o pau! Como sou Grande Rio desde pequenininha (não conta pra ninguém), eu fiz questão de assistir o samba enredo que falava das maravilhas de Santos. A AVENIDA FICOU COM CHEIRO DE CAFÉ, GENTE. Mas só pra quem tava ali pertinho, como eu (ui!). Foi grandioso, e confesso que as músicas estão grudadas na minha cabeça até hoje.

Mas como falar de um camarote top sem os famosos tops? Fiz questão de tropeçar em todos os gatos globais e internacionais que andavam por ali. Até o Sir Ian McKellen (o Magneto do X-Men) estava por lá. Mas esse aí já era internacional demais e eu só vi de longe. O tempo inteiro com um binóclinhos na mão. Gracinha, vô!

Enfim, vamos falar do que importa... A decoração... Para ornar com o clima tropical, lá estava Jesus Luz, Rodrigo Simas, Bruno Ginssoni, Klebber Toledo, André Marques (sim), Miguel Romulo dentre outros. Eu não queria falar das meninas, mas como é necessário... Também estavam Vanessa da Mata, Renata Ciribelli, Mônica Iozzi, Glenda Klosvoskiiskaxxxi, Giovana Lancellotti, Cláudia Raia e Galvão Bueno (ué?).

Falando nisso, será que o começo do affair carnavalesco de Klebber Toledo e Monica Iozzi começou por lá? Será que presenciei um momento histórico em que todas nós perdemos essa beldade para a Iozzi? Veremos...

Obrigada, carnaval! Alô alô, graças a Deus, amém. Ah, obrigada também ao casal maravilhoso que estava do meu lado, bêbados, cantando todas as músicas e derrubando vodca em mim. Vocês fizeram minha noite quando derramaram bebida numa global importantíssima (que eu não vou falar o nome) que estava desfilando. Sim. Ela desfilando, os dois a chamaram com uma voz de gralha, ela veio toda fofa, eles pularam e derramaram um copo de cerveja no cabelo e na maquiagem. Resultado? A bichinha saiu puta, tadinha...

Vem carnaval de 2017. E vem com ousadia e alegria. Até!

 

Beijas no coração, Pepperina.

DEIXE UM COMENTÁRIO
COLUNISTA
Pepperina
Mulher quente, polêmica, sem papas na língua. Adora eventinhos sociais e o politicamente incorreto.
ÚLTIMOS ARTIGOS