Destaque Curiosidades
27/03/2017 Redação 'Book' de cães abandonados fazem parte de um lindo projeto de adoção; confira Projeto surgiu porque não havia interessados em cuidar dos bichos.
Redação
Foto: Carol Boalin Fotografia/Arquivo pessoal

Fotos coloridas, bem humoradas, produzidas em estúdio. Essa poderia ser a descrição de ensaios com namorados, amigos e crianças, mas, em Araraquara (SP), as imagens têm outras estrelas. Os modelos são animais à espera de adoção.

Cães como Gigi e Elvis ganharam fantasias e posaram para a fotógrafa Ana Carolina Boalin como parte do projeto #meadote, uma ação do Grupo Independente Salve Uma Vida, que difunde a adoção consciente e a posse responsável de animais. 

E não é que deu certo? 

Segundo Ana, os cães foram encontrados em péssimas condições. Eles foram tratados e medicados por voluntários, ficando prontos para adoção, mas ninguém se interessava.

Um dia, uma amiga que integra o grupo a procurou para que ajudasse a custear lares temporários para os bichos. No lugar do dinheiro, ela deu uma ideia. Experiente na produção de "petbooks" e apaixonada por esse tipo de trabalho, Ana sugeriu fazer fotos com os cães abandonados e entrou na brincadeira doando seu trabalho.

“Como não tinha dinheiro para ajudar, ofereci o serviço para melhorar as adoções. O ensaio seria semelhante ao que faço, com os cães em cenários e com acessórios”, contou.

Aceita a proposta, ela e as voluntárias começaram a preparar cada uma das cenas, divulgadas depois pelo Facebook. Veja abaixo o ensaio completo.

“Eu achei que colocando eles em cenários lindos, com acessórios fofos, iria acelerar o processo de adoção, e não é que deu certo?”, comemorou.

Ampliação do projeto 

Integrante do grupo, a advogada Carolina Mattos Galvão afirmou que a parceria surgiu porque o número de animais resgatados cresceu muito e não há lares temporários em quantidade suficiente.

“O nome #meadote surgiu da necessidade de precisarmos estampar o álbum dos animais para adoção com alguma frase e a #meadote é justamente a que mais utilizamos”, disse. 

A voluntária também contou que o objetivo é ampliar o projeto. A ideia é expandir para outros grupos e animais do canil da prefeitura. Serão feitos outros ensaios, como, por exemplo, um que envolverá apenas cães adultos, outro com cães com deficiência.

“Como, infelizmente, os vira-latas não são muitos visados, surgiu a ideia do projeto para que eles fossem 'vistos'. Alguns, felizmente, foram adotados graças às fotos, mas ainda existem outros disponíveis para adoção”, afirmou.

Como adotar

Os animais foram resgatados das ruas, sofreram maus-tratos ou abandono. Eles passaram por tratamento veterinário, foram castrados, vacinados e medicados e podem ser adotados por pessoas com mais de 18 anos.

Os interessados em levar um cão ou gato para casa devem ter condições de manter o animal saudável, com vacinas e consultas, oferecer um local seguro e, acima de tudo, ter muito amor e responsabilidade.

As visitas aos animais à espera de donos podem ser agendadas pelo Facebook, diretamente com Carolina, e outras informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 9-9179-2591.

*Sob a supervisão de Stefhanie Piovezan, do G1 São Carlos e Araraquara

 

Via: G1

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Vertical Veículos | Vertical Veículos | Vertical Veículos