Lifestyle Tecnologia
24/02/2017 Redação ‘Bubu digital’: conheça a invenção que levou Estudantes da PB a final do HackBrazil
Redação
Foto: Daniela Espínola/IFPB

Estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) criaram projeto finalista do evento brasileiro de tecnologia HackBrazil, parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT, nos Estados Unidos. A equipe de estudantes de engenharia elétrica "Questão de Brio" desenvolveu a chupeta eletrônica que verifica temperatura e umidade corporal dos bebês, que pode vir a reduzir a mortalidade infantil no mundo. O evento acontecerá em abril deste ano nos EUA.

Os estudantes Adjamilton Mendes Júnior, Júlio Cézar Coelho e Rychard Guedes apresentarão o projeto "Bubu Digital" para investidores, empresários e pesquisadores de todo o mundo na Brazil Conference, evento que "busca construir um espaço global para discutir o futuro do Brasil e sua função no mundo".

Além da equipe Questão de Brio, outros dois finalistas estarão no evento que será apresentado por Luciano Huck nos dias 7 e 8 de abril, na cidade de Cambridge, em Massachusetts, EUA.

"Ficamos sabendo do resultado de madrugada e não conseguimos mais dormir, a ficha ainda não caiu. Saber que nosso trabalho está sendo reconhecido é a maior recompensa", conta Júlio Coelho.

Rychard Guedes, outro integrante da equipe, diz ser "uma honra muito grande representar o IFPB, a Paraíba e todas as pessoas que nos apoiaram".

O evento poderá ser acompanhado online através do site da Brazil Conference.

História do projeto 'Bubu Digital'
O grupo de estudantes de Engenharia Elétrica do IFPB elaborou uma proposta para desenvolver uma chupeta eletrônica de baixo custo que, por meio de microcontrolador e sensores, seja capaz de verificar a temperatura e umidade corporal da criança. Com o projeto, a equipe foi uma das 20 selecionadas para a fase final da HackBrazil.

Os dados coletados pela chupeta seriam transferidos, via conexão sem fio, para dispositivos móveis, como smartphones ou tablets, para informar e alertar se a criança está com alguma enfermidade. Com o monitoramento desses sinais, de forma constante e em tempo real, seria possível contribuir para o acompanhamento da saúde da criança e, numa escala maior, para a redução dos índices de mortalidade infantil.

HackBrazil
A HackBrazil, que acontece desde 2015, tem o objetivo de estimular a reflexão sobre o futuro do Brasil e seu papel no mundo, além de incentivar ações que busquem soluções para diversos problemas enfrentados pelo país. Para isso, os participantes irão resolver esses problemas com o uso de tecnologia, criatividade e inovação.

 

Via: G1

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS