Destaque Curiosidades
01/01/2020 glamour.com 10 dicas para viajar usando apenas uma mala de mão Nossa produtora de conteúdo de moda Julia Carneiro é expert em montar bagagens compactas para as férias –e compartilha suas estratégias aqui
glamour.com
glamour.com

Mais agilidade no aeroporto, economia da grana para despachar bagagem, sem espera na esteira, zero risco de mala extraviada, menos peso para carregar... As vantagens de viajar com uma mala de mão são inúmeras, mas muita gente parece ter dificuldade para conseguir realizar esta proeza. Caso seja o seu caso, relax! Aqui, vou explicar todas as minhas táticas pessoais para viajar leve.

Mala de mão (Foto: Reprodução Instagram)

Com base nos meus próprios cálculos (rs), a não ser que você esteja prestes a enfrentar um inverno rigoroso ou tenha convite para um evento de gala, qualquer passeio de uma semana – até mais dependendo do seu nível de desapego – dá para ser resolvido com uma bagagem de mão. Experiência própria, este ano foram três viagens neste esquema: 10 dias no nordeste, 5 dias no Deserto do Atacama e 7 dias na Itália sem nenhum perrengue.

 

Porém, antes de começar, mentaliza este mantra aqui: DESAPEGA. Agora vem.

1. TUDO BEM REPETIR ROUPAS
Temos logo que tirar este empecilho da frente, porque se não for para repetir roupas, de fato, fica complicado viajar uma semana com uma mala de mão. Existem várias maneiras de usar o look mais de uma vez sem parecer que você só levou aquela roupa e isso vai depender muito da sua criatividade no próximo tópico...

2. SIGA UMA PALETA DE CORES
Na minha última ida à Itália, só entraram na mala roupas de cores preta, branca, jeans, verde militar, nude e marrom. E eu garanto que todas as partes de cima combinavam com todas as partes de baixo que combinavam com todos os casacos (foram quatro, inclusive!). A paleta não precisa ser tão básica quanto a minha, a ideia é seguir de acordo com seu estilo. O que importa é tentar fazer com que todas as peças deem match entre si. Assim, por mais que você repita as peças, elas sempre vão formar looks diferentes.

Mala de mão (Foto: Reprodução Instagram)

3. FAÇA UMA CONTAGEM DE LOOKS REALISTA
Ô mania que a gente tem de achar que vai usar três looks por dia (manhã, tarde, noite) quando estamos fazendo a mala. Ok, às vezes isso pode acontecer, mas todos os dias? Improvável! Ainda mais em viagens de praia ou andanças pela cidade, dificilmente você volta para o hotel no meio do dia para trocar de roupa, não é? Vamos combinar então que, daqui para frente, a gente pensa em duas produções diárias. Agora, tenha em mente que os looks noturnos são usados por menos tempo e, cá pra nós, quase não sujam, então pode cortá-los pela metade. Ah! Lembre-se que as chances de você querer repetir o vestido que já usou em um jantar são pequenas, então priorize looks com duas peças, para aumentar as possibilidades de produção.

4. ESCOLHA PEÇAS QUE VOCÊ JÁ USA NO SEU DIA A DIA 
Não há erro maior do que por na mala aquela roupa que você nunca usou, mas que por algum motivo você acha que nesta viagem existirá a oportunidade perfeita. Pare! Viagem é para ser descomplicada e confortável, por isso, nada melhor do que apostar nos seus looks favoritos e que funcionam. Além de economizar tempo na escolha e espaço na bagagem, você vai se sentir bem em todas as fotos.

5. NÃO LEVE ITENS BÁSICOS DE HIGIENE QUE OCUPEM MUITO ESPAÇO
Para começar, nem pode. Afinal, ao passar no raio-x do aeroporto, apenas líquidos com menos de 100 ml são permitidos, como você deve saber. Restam, então, duas opções: 1) transfira xampu, condicionador etc para frascos menores, “travel size”; 2) não leve nada e compre opções baratex quando chegar – é uma ótima desculpa para conhecer novas marcas locais. Muitas vezes, o próprio hotel já fornece produtinhos mara de banho e você acaba nem usando o que levou. Falando em líquidos, eu tenho o costume de sempre separar todos os produtos em um saquinho transparente no estilo ziplock, agiliza a passagem da mala no scanner em aeroportos mais chatinhos.

6. REPENSE OS NÉCESSAIRES
Não precisa levar a penteadeira inteira. Considere o estilo da sua viagem para escolher os produtos. Você realmente vai usar o seu nécessaire todo de maquiagem em uma ida à praia? Na minha trip ao Atacama, por exemplo, reduzi os makes a: filtro solar com cor, corretivo, rímel e blush. E não senti falta de nada. A mesma coisa vale para o skin care, pense nos produtinhos que são realmente indispensáveis no seu dia a dia e que você nunca teve uma semana longe deles sem sobreviver. Qualquer um que não passar por este crivo, não vale o espaço que ocupa.

 
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Gislaine | Pizza Á Bessa | AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação