Cultura Lazer
03/05/2018 Redação 4 mercados de rua pelo Brasil para conhecer em um dia de sol

ão há melhor maneira de mergulhar na cultura e experimentar a culinária local que em um mercado regional. O passeio fica ainda melhor nos dias ensolarados, quando é possível sentar nas mesinhas ao ar livre dos restaurantes que servem receitas típicas preparadas com os ingredientes que chegam frescos ao mercado. Selecionamos 4 lugares para explorar as capitais brasileiras e provar as famosas ostras catarinenses, o açaí com peixe do Pará, o bolo de rolo pernambucano e comprar o artesanato típico do Sergipe.

01.

Mercado da Madalena, Recife (PE)

As ruelas abertas enfeitadas com bandeirinhas guardam um pedaço da cultura e da gastronomia pernambucana. O Mercado da Madalena (na foto de abertura), no bairro que leva o mesmo nome, não tem a mesma fama de outros mercados da cidade, mas é um passeio pela tradição do Recife. Nas primeiras horas da manhã, as bancas começam a vender o tradicional bolo de rolo, peças de artesanato e os cordéis populares. Um espaço é destinado aos bares e restaurantes, que durante o dia todo servem receitas típicas como a carne de sol com macaxeira ou a fava frita.
R. Real da Torre, s/nº, Madalena


Foto: Luciana Christante/Flickr

02.

Mercado Ver-o-Peso, Belém (PA)

Às margens da baía do Guajará, o Ver-o-Peso é um dos cartões-postais da capital paraense. Todos os dias, vendedores se espalham pela imensa feira ao ar livre vendendo frutas exóticas, temperos, ervas medicinais, essências e artesanato. Uma das partes do mercado é reservada aos restaurantes que servem receitas típicas como o açaí com peixe e o tacacá. Nos finais de semanas, é comum ver bandinhas ou músicos locais se apresentando aos turistas que circulam por lá.
Av. Blvd. Castilhos França, s/nº, Comércio

meulugaraosol


Foto: Rodrigo Soldon

03.

Mercado Público, Florianópolis (SC)

Não são só as praias as boas atrações de Florianópolis. No centro histórico da capital fica o mercado público da cidade, famoso tanto entre os turistas quanto entre os moradores da ilha. Lá é possíveis experimentar as ostras catarinenses e o famoso pastel de camarão do Box 32. Além dos boxs que vendem comidinhas, artesanatos e outros produtos locais, mesinhas são montadas ao ar livre para quem quiser fazer uma pausa para o almoço.
R. Jerônimo Coelho, 60, Centro


Foto: Ascom/Funcaju

04.

Mercados municipais, Aracaju (SE)

Em um só passeio é possível conhecer os três mercados municipais de Aracaju. O mais antigo deles, o Antonio Franco, vende bordados, redes, peças de palha e outros artesanatos locais. Ele é ligado ao vizinho Thales Ferraz pela Passarela das Flores, onde comerciantes espalham buquês e arranjos de todas as cores. Lá, é possível experimentar queijos, rapaduras e outras iguarias da região. O passeio termina no Mercado Governo Albano Franco, onde são vendidas todos os tipos de frutas regionais, como a mangaba, o caju e o umbu.
R. José do Prado Franco, s/nº, Centro

Foto de abertura: Nani Rodrigues

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS