Gastronomia Lugares
00/00/0000 A força e a doçura da presença feminina nas grandes cozinhas

Contrariando o grande restaurateur e chef Fernand Point, considerado um dos precursores da cozinha francesa moderna, segundo o qual “somente os homens têm a técnica, a disciplina e a paixão capazes de transformar o ato de cozinhar em arte”, a cada dia, as mulheres consolidam sua participação no mercado gastronômico e contribuem com seu talento, empreendedorismo e sensibilidade tanto na elaboração de novos pratos quanto no comando de suas equipes. Prova disso são os nomes de sucesso em Brasília como ANCHO Bistrô de Fogo, BSB Grill, D’Lurdes, Dolce Far Niente, Empório Árabe, Loca Como Tu Madre e Universal Diner. Todos recebem o toque especial de mãos femininas.

A frente do ANCHO Bistrô de Fogo, recém-inaugurado na 306 Sul, está a chef Renata Carvalho, que também comanda o vizinho e premiado gastrobup Loca Como Tu Madre, eleito a melhor cozinha de bar da cidade por veículo especializado em gastronomia. Formada pelo Instituto Argentino de Gastronomia (IAG), em seus menus, a chef casa os conceitos de seus empreendimentos com as cozinhas internacional e brasileira, resultando em uma fusão de sabores harmônica, criativa e saborosa, com foco na desconstrução de receitas regionais populares, que remetem ao comfort food.

No Ancho, predomina o fogo e tudo o que vem por meio dele, seja na parrilla ou em suas diferentes variações ou maneiras de representá-lo, incluindo aí receitas defumadas. O menu é enxuto: conta com seis cortes especiais bovinos, um suíno, um de cordeiro e um de frango, além de dois de pescados, todos assados na brasa e servidos na pedra. Para acompanhar, entradas e guarnições que vão além das tradicionais opções encontradas em casas de parrilla. Já no Loca Como Tu Madre, reinam as miniporções, ideais para compartilhar ou que permitem degustar várias receitas em uma noite só.

Entre as sugestões estão o bolinho acostelado (de macaxeira recheado com costela bovina cozida por 12 horas em vinho tinto com toque de canela), bolinho de galinhada, costelinha suína (assada ao molho Bloody Mary, acompanhada de chips de mandioca), rabadinha (cumbuca de rabada desossada, cozida por 48 horas, acompanhada de baby agrião, caldo da rabada e cesta de pães artesanais) e muitas outras delícias.

Também na direção de duas casas está a chef Lídia Nasser, responsável pelo Empório Árabe e pela pizzaria gourmet Dolce Far Niente, em Águas Claras. Aberta há mais de um ano, a pizzaria oferece mais de 30 sabores salgados e quatro doces, em massas romanas ou napolitanas tradicionais, integrais, sem glúten ou sem lactose.

Já no Empório Árabe, ela coloca sua criatividade e tradição em prática. De família libanesa, Lídia aprendeu a dominar os temperos árabes quando ainda pequena, ensinada pela avó paterna. Na casa, há receitas tradicionais e também contemporâneas, sempre explorando ingredientes do Oriente.

 

Cozinha de tradição

No BSB Grill, embora seja gerenciado por dois homens, os primos Lúcio Bittar e Issa Attie, parte das iguarias árabes oferecida na casa tem um toque feminino. As três irmãs de Issa, Cristina, Mona e Sara Attie, são as responsáveis, há 16 anos, pelo preparo das kaftas, quibe cru e esfihas. Estas últimas estão entre as atrações do restaurante. Em média, saem 10 mil unidades ao mês.

“Aprendemos a cozinhar por prazer e não por obrigação. Isso é um dom”, diz Sara. Com uma cultura bem forte ligada à comida, a tradição árabe garante uma mesa farta e de muito bom gosto. Por isso, as irmãs, desde pequenas, viam a mãe cozinhar e se encantavam com as formas que os ingredientes tomavam bem como com a satisfação que as pessoas tinham ao comer.


Autoditadas na cozinha


Outra mulher de destaque na gastronomia brasiliense é a chef Mara Alcamim, proprietária do Universal Diner (210 Sul). Ela tinha a gastronomia apenas como um hobby, mas durante uma viagem à Nova Iorque, para fazer curso de fotografia, descobriu sua verdadeira vocação na cozinha. Colocou tanto empenho em sua nova carreira, que, desde então, já foi reconhecida como a melhor chef inúmeras vezes por veículos especializados, de 2007 a 2014.

Autodidata, ela está sempre em busca de novos ingredientes. A cozinha criativa da chef tem como características os temperos marcantes e mesclas inesperadas de sabores. Nas viagens pelo mundo, faz questão de conhecer as feiras livres e sempre volta para casa com uma ideia nova. Mara combina ingredientes nacionais com clássicos da gastronomia internacional, o que caracteriza a marca do seu  Universal Diner, inaugurado em 1997.

Quem também se destaca pela experiência autoditada é a dona Lourdes Nunes Cardoso, matriarca do restaurante D’Lurdes, no Guará II. A casa é especializada em comida brasileira, principalmente a mineira, com destaque para a feijoada, e ganhou fama graças à destreza de Dona Lourdes no fogão.

Ao se mudar de Belo Horizonte (MG) para Brasília - com o filho Carlos Augusto, a nora Meire Gontijo e as netas -, Dona Lourdes trouxe na bagagem a experiência de quem conduziu um restaurante de comida mineira em BH, o La Lurdes, por mais de 30 anos. Por isso mesmo, quando os projetos iniciais da família na capital federal começaram a dar errado, a solução mais que acertada foi encontrada no saboroso tempero caseiro da matriarca.

No início, há quase seis anos, as grades de uma das janelas da casa onde a família morava (no Conjunto K, da QE 30, no Guará II) foram serradas para facilitar a entrega das marmitas, às sextas e aos sábados, no almoço. O cardápio era um só: a feijoadoa mineira, acompanhada de arroz, couve refogada, vinagrete, farofa, torresmo e laranja.

A empreitada deu tão certo que a família passou a servir marmitas de outros sabores e em todos os dias da semana. Aos poucos, a varanda recebeu algumas mesas e cadeiras para que os fregueses pudessem almoçar no próprio lugar. Com o tempo, a família cedeu a casa para o restaurante, que hoje também ocupa o lote vizinho. No almoço, trabalha com menu diário, renovado a cada mês. No jantar, oferece rodízio de pizzas, caldos e massas.

Serviço:


Ancho Bistrô de Fogo

306 Sul, Bloco C, Loja 28; (61) 3244-7125.

De terça a sexta, das 12h às 15h e das 18h à 0h. No sábado, das 12h às 16h e das 18h à 0h. E no domingo, das 12h às 16h.

 

BSB Grill

SHCN Qd. 304, Bl. B, Lj. 19; (61) 3326-0976.

De terça a sábado, das 12h à 0h. Aos domingos, das 12h às 17h.

SHCS Qd. 413, Bl. D, Lj. 36; (61) 3346-0036

De terça-feira a sábado, das 12h à 0h. Domingo, das 12h às 17h.

 

D’Lurdes

QE 30, Conjunto K, Lote 9 - Guará II ;(61) 3382-6625.

De terça-feira a domingo, das 11h às 15h e das 18h às 23h.

 

Dolce Far Niente

Avenida das Castanheiras, 1060, Edifício Vila Mall, Águas Claras; (61) 3254-2263.

De terça a quinta, das 18h à 0h. De sexta a domingo, das 11h às 15h e das 18h à 0h.

 

 Empório Árabe

Av. Castanheiras 1060, Lj. 24, Ed. Vila Mall, Águas Claras; (61) 3436-0063.

Diariamente, das 10h à 0h.

 

Loca Como Tu Madre

306 Sul, Bloco C, Loja 36; (61) 3244-5828.

De segunda a quarta, das 12h às 15h e das 18h a 0h. Quinta, das 12h às 15h e das 19h a 0h. Sexta, das 12h às 15h e das 19h a 1h. Sábado, das 12h às 15h e das 19h às 2h.

 

Universal Diner

CLS 210 Bloco C Loja 18. (61) 3443-2089.

De segunda a sexta-feira, das 12h às 15h e das 19h às 0h. Sábado, das 12h às 16h e das 19h à 1h.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Baladas Pepper | Pepper | Editoria Baladas Pepper