Lifestyle Comportamento
23/11/2015 Taís Morais Amigo Se(x)creto – a nova onda das confraternizações

Há algum tempo, os chás de panela foram substituídos pelos chás de lingerie. Óleos de massagem, camisolas, calcinhas e brinquedinhos eróticos fazem a alegria de quem vai casar. Agora a moda pegou também nas confraternizações de fim de ano. Para apimentar as relações não tem data, então, na hora de escolher o presente de Amigo Oculto, passe num sex shop. Você vai agradar mais e ainda evita os badulaques que serão esquecidos no armário!

Comprar presentes é sempre um sufoco. Quando chega o fim do ano, a situação piora. Sempre tem alguém do trabalho, da escola, faculdade, curso ou da família que inventa o tal Amigo Secreto. A brincadeira é bacana, tradicional e a gente adora. O problema é: o que dar para a pessoa?

Existem diversos tipos de Amigo Secreto. A dica apimentada da Revista Pepper é o Amigo Se(x)creto. São presentes que quase sempre agradam e são para todo mundo. Os mimos ajudam a reacender e apimentar a intimidade dos casais. E são excelentes companheiros para as horas de solidão.

Renata Freitas, 35 anos, contou para a Revista Pepper que ela e as colegas de trabalho adotaram o amigo oculto erótico há dois anos. E vão repetir em 2015. “Foi uma descoberta bem legal, resolvemos que os presentes seriam de sex shop, firmamos os valores mínimos e máximos. E pronto, um sucesso!”, concluiu. Renata contou que elas também montaram um belo enxoval erótico para outra amiga que iria casar. “Ela é bem tímida, então elaboramos uma cesta bem legal de coisinhas para ela levar na lua de mel. Na volta, ela nos contou que tinha sido perfeito!”, segredou Renata”

Os sex shops de hoje não possuem mais imagem relacionada à putaria pura e simples. São lojas requintadas e que oferecem privacidade para o cliente. Na loja Erotika, 502 Sul, a clientela é bem diversificada e a equipe muito bem treinada. Nós achamos legal. Parece que as pessoas estão deixando de pensar que sexo é um tabu e estão abertas para experimentar a sua sexualidade de forma completa e intensa.

Abordamos uma mulher, com um bebê de seis meses no carrinho, saindo da loja. Ela topou conversar, mas pediu que não revelássemos seu nome. Perguntamos a ela o que ela tinha ido comprar e a razão. Ela sorriu e disse: “tive bebê há pouco tempo. Mesmo com minha intimidade ter continuado quente, estou meio envergonhada por causa dos 20 kg que engordei. Vim em busca de algo para me deixar mais solta. Estou levando um massageador clitoriano e géis comestíveis. Dá para começar a farra, né?”, sorriu com uma piscadinha.

No caso da clássica troca de papeizinhos, a gerente da Erotika, Lilian Daher, afirma que muitas pessoas já fazem este “amigo erótico”. “Muitas mulheres vêm aqui para comprar os presentes para trocar com as amigas, mas tem também grupos de homens e mulheres que fazem a brincadeira. De uns tempos para cá está bem normal”. Daher relata que os sex shops são lugares aonde as pessoas vão para se sentir bem consigo. Existem os clientes mais recatados e tímidos, os mais alegres e falantes, que inclusive trocam informações com os outros compradores. “A nossa loja é também um local onde as pessoas contam seus problemas, buscam conhecimento e informação. Somos quase um consultório de psicologia, além de termos todos os espaços bem privativos para que os clientes se sintam à vontade como em uma loja de balinhas”, conclui.

Para acertar no presente e no evento, saiba que sexo é garantia de sucesso, afinal, quem disse que amigo oculto precisa ser um evento chato e sem graça?

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Gislaine | Pizza Á Bessa | AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação