Esporte Geral
26/09/2016 Mateus Fraga As tatuagens mais polêmicas no mundo do esporte Confira quais são as 10 tatuagens mais polêmicas no mundo esportivo
Mateus Fraga
Mateus Fraga

Algumas tatuagens causaram bastante polêmica. Confira:

 

1 - O lutador húngaro Attila Petrovszki tem em seu peito o rosto do ditador alemão Adolf Hitler, além da suástica nazista e a frase “morte aos judeus”. Em 2013 ele chegou a ser eliminado de um torneio de MMA na República Tcheca por conta das mensagens contidas em suas tatuagens.

2 - O atacante italiano Mario Balotelli tatuou no lado esquerdo do peito uma frase de Genghis Khan, um conquistador mongol responsável por dominar um vasto território, incluindo a China, no século13. Os dizeres: ''Sou uma punição de Deus. Se você não tivesse cometido grandes pecados, Deus não teria enviado uma punição como eu para cima de você”.

3 - O astro inglês, David Beckham, causou polêmica em seu país após exibir a tatuagem de sua esposa, Victoria Beckham, com poucas roupas e poses sensuais, em um anúncio educativo que incentiva a prática esportiva, direcionado a 47 mil escolas e grupos comunitários da Inglaterra. Para muitos, a tatuagem é provocativa e daria um mau exemplo às crianças e jovens.

4 - O ex-jogador e atual apresentador Paolo Di Canio provocou uma enorme polêmica recentemente na Itália, ao exibir ao vivo durante um programa de televisão sua tatuagem em favor do ditador italiano Benito Mussolini. A repercussão foi tão negativa que a Sky Itália acabou por demitir o ex-atleta, que, quando defendia a Lazio, fez a saudação nazista à torcida da Roma e acabou multado em 10 mil euros.

5 - Jay Bothroyd tatuou no corpo duas armas, um canivete e uma granada. O significado? Segundo o atleta, então no Queens Park Rangers, é o amor e a luta que você deve buscar para alcançá-lo. As quatro armas formam, de acordo com Bothroyd, a palavra “love”, em inglês, que significa amor.

6 - A nadadora Joanna Maranhão exibiu em suas redes sociais um símbolo feminista tatuado no pulso esquerdo. Nas redes sociais, a imagem vinha acompanhada da frase “You don't own me” (Você não é meu dono). Ela recebeu uma enxurradas de críticas dos internautas, com direito a gozações sobre sua aparência física até ironias quanto a seu desempenho na Olimpíada Rio-2016. Ou seja, as pessoas criaram a polêmica por motivo pífio. 

7 - Tatuar uma águia em sua mão pode parecer algo trivial, nada polêmico. A não ser que você seja jogador do Palmeiras e a sua torcida confunda com um gavião, símbolo da principal torcida de seu rival Corinthians. Pronto, confusão armada. Foi o que aconteceu com o atacante Leandro Pereira, que postou a foto de sua mais recente tatuagem citando uma passagem bíblica. No entanto, ele foi criticado pelos adeptos alviverdes, o que o fez publicar em suas redes sociais um esclarecimento.

8 - O ex-jogador e craque argentino Diego Armando Maradona adora uma polêmica e, há dois anos, tatuou no lado esquerdo do peito a palavra “perra”, que em espanhol significa “cadela” e é como o ex-atleta chama “carinhosamente” sua namorada Rocío Oliva. A relação dos dois é complicada, com direito a suposta agressão por parte de Maradona.

9 - Melvin Costa, lutador de MMA, também segue a linha de lembrar de ditaduras saguinárias. Ele tem em seu peito um símbolo nazista, remetendo ao domínio alemão na Europa e África liderado por Adolf Hitler que resultou na Segunda Guerra Mundial e no assassinato de milhões de judeus. Melvin se declara um “nacionalista branco”.

10 - O atacante Tello, emprestado em 2014 pelo Barcelona ao Porto, tatuou e exibiu em suas redes sociais um leão em seu braço esquerdo. Detalhe: o animal é o símbolo do Sporting, um dos maiores rivais da equipe de Porto. Segundo ele, a tatuagem do "rei da selva" foi pelo fato dele ser do signo de leão.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS