Cultura Cinema
13/09/2017 Redação Cinema retrata a vida do Anjo de Budapeste Exibição de filmes marca homenagem ao diplomata espanhol que salvou milhares de judeus durante a Segunda Guerra Mundial
Redação

O Instituto Cervantes promove uma homenagem a um dos maiores heróis da Espanha, com dois grandes filmes que retratam parte da vida do jovem diplomata espanhol Ángel Sanz Briz, responsável por salvar a vida de mais de cinco mil judeus em meio ao Holocausto. Os títulos serão exibidos nos dias 14 e 15 de setembro, às 19h, no Auditório do Instituto Cervantes de Brasília. A entrada é franca.

Ángel Sanz Briz foi reconhecido como “justo entre as nações”, no início dos anos 1990. No entanto, em razão do seu senso de justiça, acabou conhecido pelo público em geral como o Anjo de Budapeste. As homenagens a Sanz Briz são vistas pelos espanhóis como reconhecimento de uma vida de luta contra a covardia de uma guerra que deixa marcas no mundo até os dias de hoje, retratadas em alguns filmes especialmente realizados para manter viva a trajetória desse homem.

No dia 14/09, será exibido o documentário “La Encrucijada de Sanz Briz” (2015), dirigido por José Alejandro González, que traz a trajetória de Briz, que com pouco mais de 30 anos de idade, salvou mais de cinco mil judeus. O título mostra o plano elaborado pelo espanhol, no qual distribuiu passaportes espanhóis a judeus de diversas origens. Correspondências diplomáticas mostram que o diplomata informou seu governo, na época comandado pelo general Franco, a respeito do Holocausto e recebeu apoio para continuar com sua ação de ajudar as pessoas a escaparem da morte certa. Já no dia 15/09, o longa metragem de Luís Oliveiros, “El Ángel de Budapest” (2011), recria os feitos heroicos de Sanz Briz.

O legado de Sefard (judeus procedentes da Penísula Ibérica) se constitui de fundamental importância no desenvolvimento no que tange o desenvolvimento econômico, científico e cultural, além de espiritual, tanto para a Espanha como para o resto da Europa e América. Esses judeus mantiveram esta herança cultural de grande riqueza e diversidade sempre com vitalidade. “Neste evento iremos celebrar a cultura Sefardí e prestar homenagem ao “Justo entre as nações”, o Ángel Sanz Briz, através do cinema”, disse Rosa Sánchez-Cascado Nogales , diretora do Instituto Cervantes de Brasília.

Programação

14/09 // quinta-feira, às 19h

La Encrucijada de Sanz Briz (2015), de José Alejandro González
Produção: Hungria e Espanha
Duração: 93 minutos
Legenda em português
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=hrZbTcXJnKg&pbjreload=10

Sinopse

Em 1944, os nazistas ocuparam Budapeste e os judeus passam a ser perseguidos. O diplomata espanhol Ángel Sanz Briz elabora um plano para ajudar a salvá-los do Holocausto. Aos 6 anos, Jaime Vandor salvou sua vida graças ao diplomata. 350 documentos salvaram a vida de 5500 judeus. Esta é sua história.

15/09 // sexta-feira, às 19h

El Ángel de Budapest (2011), de Luis Oliveros
Produção: Espanha
Duração: 120 minutos
Legenda em português
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=dwwTAh1N9eo&pbjreload=10

Sinopse

O Anjo de Budapeste recria os feitos heróicos do jovem diplomata espanhol Ángel Sanz Briz, que expondo sua carreira profissional e sua própria vida salvou centenas de judeus sefarditas da ameaça nazista. Yad Vashem, organização com sede em Jerusalém, que se esforça para resgatar a memória da Shoah (Holocausto), reconheceu o trabalho de Ángel Sanz Briz nomeando-o “Justo ante as Nações”.

Serviço
Homenagem a Ángel Sánz Briz
14/09, quinta-feira, às 19h – La Encrucijada de Sanz Briz
15/09, sexta-feira, às 19h – El Ángel de Budapest
Local: Instituto Cervantes de Brasília – SEPS 707/907 Lote D
Telefone: 3242-0603
Entrada franca
brasilia.cervantes.es

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS