Destaque Curiosidades
17/09/2018 Redação Como o cenário eleitoral influencia o mercado de investimentos Mateus Henrique e Pedro Paniago*

No período eleitoral, há muitas expectativas e incertezas sobre o futuro do país. A posse do novo presidente interfere diretamente no cenário financeiro e gera desfechos imensuráveis para o mercado. As mudanças econômicas, políticas e jurídicas dependem do candidato que irá ganhar e podem ocorrer de modo que a situação do país melhore ou piore. A busca de um presidente que vai estar comprometido com o ajuste fiscal e a Reforma da Previdência é um ponto importante na atual situação em que o Brasil está inserido e, caso essas questões não sejam levadas adiante, o panorama econômico pode se deteriorar, trazendo ainda mais instabilidade econômica.

Conhecer os investimentos mais afetados durante essa época auxilia na hora de tomar uma decisão. É importante, portanto, ter a ciência de que, aqueles que possuem maior risco de volatilidade, como ações e câmbio (dólar), são os mais frágeis para serem operados. Dependendo de quem ganhar as eleições - e as medidas tomadas pelo seu governo -, a Bolsa de Valores e o dólar podem se comportar com extrema volatilidade. A moeda americana possui aversão ao risco, logo, um "nervosismo" pode gerar uma onda de valorização da mesma, já que há uma fuga da moeda do país.

O mercado financeiro é guiado por expectativas e as decisões de investimento são influenciadas pelos cenários que vão se formando. Cada notícia e resultado de pesquisa eleitoral mexem com o posicionamento dos investidores que tentam antecipar tal cenário. Com isso, observamos uma maior volatilidade no câmbio e no mercado de ações. Neste período, portanto, é comum ver a bolsa despencar ou disparar, de acordo com o índice de aprovação de determinados candidatos.

A época eleitoral requer atenção na hora de levar para frente uma ação, mas, nessa etapa, também deve ser levado em consideração o perfil do investidor. Aqueles que não suportam volatilidade devem buscar, por exemplo, investimentos em renda fixa, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB) e o Tesouro Selic. Já para os investidores mais arrojados que possuem maior conhecimento e experiência, é importante realizar o acompanhamento de perto do desenrolar das eleições, as oportunidades em renda variável que, geralmente, estão presentes nos momentos de crise e tensão.

É válido ressaltar que o mercado está sempre precificando baseado no futuro e o período eleitoral é um momento incerto e nebuloso, o que leva a uma extrema volatilidade em curto prazo. Acompanhar, portanto, as intenções de voto atrapalham os investidores, apesar de ser uma medida favorável no momento das aplicações. Em pouco tempo, o desempenho das carteiras dos investidores diminui e gera o investimento em um processo falho. Para exemplificar, podemos citar o caso americano na última eleição presidencial. Apesar das intenções de voto terem apontado Hillary como presidente, o resultado não foi como esperado, dando vitória ao presidente Trump. Conclusão: para quem deseja fazer trade e busca volatilidade, faz sentido realizar esse acompanhamento, mas para o investidor médio é apenas um risco implícito aumentado.

Para que os investidores se preparem na hora de levarem para frente um investimento, é recomendável que ele esteja consciente de sua ação. Hoje em dia, se educar em finanças nunca foi tão fácil e acessível. A LHx Investimentos, empresa credenciada à XP Investimentos, contextualiza, por exemplo, a carteira do cliente no cenário econômico corrente, adequando o portfólio em questão. Esse tipo de iniciativa traz um grau elevado de conhecimento para o futuro investidor sem nenhum estudo formal, o que economiza tempo e auxilia na obtenção de informações.

Levando em consideração o futuro período pós-eleição, a expectativa do mercado marca a presença do dólar alto com commotidies em baixa, já que são fatores que representam o topo e/ou o fim de um ciclo (juntamente com o início de outro). A incerteza do governante, porém, dificulta a visualização desse cenário. Para os investidores médios, apenas a diversificação pode mitigar estes riscos. Seguir o plano investido em valor diversificado e ter exposição à moeda/economia forte também faz muito sentido para o equilíbrio da carteira.

                             *Sócios e assessores de Investimentos da LHx Investimentos

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
beylikdüzü evden eve nakliyat sarıyer evden eve nakliyat ataköy evden eve nakliyat şişli evden eve nakliyat