Cultura Diversão e Arte
14/09/2017 Redação CONSTELAÇÕES Pode uma simples palavra alterar o rumo de nossas vidas?

Através de uma sucessão vertiginosa de cenas curtas, os espectadores acompanham o relacionamento entre Marianne e Roland, que vai se desdobrando através do tempo e do espaço. 

Como fio condutor deste(s) encontro(s), a física quântica, o multiverso. Todas as escolhas que você já fez, ou jamais fez, são parte de um vasto conjunto de universos paralelos, diz Marianne, a cosmóloga, cuja mente parece estar sempre no espaço, para um cético Roland, o apicultor, homem concreto, da terra. 

Cada variação de texto coloca-os em uma trajetória inteiramente nova, ora aproximando-os, ora distanciando-os, como se o livre arbítrio fosse apenas uma invenção humana ou, de acordo com os princípios da física quântica, como se eles estivessem vivendo vidas paralelas, mas sem nenhuma consciência desse fenômeno. 

Sem nenhum didatismo, e com enorme habilidade, o autor apresenta o conceito das realidades paralelas, através de uma sequência de 48 cenas curtas, nas quais uma relação vai se construindo. 

Uma crônica cubista, portanto, que se move entre cantada, sedução, casamento, doença e morte iminente, toda ela permeada por curiosas e, em alguns casos, hilárias, situações do dia a dia. 

Romance e ciência colidem nessa insólita história de amor, com diálogos que refletem o dinamismo de nossa era digital, sem deixar de lado a riqueza de significados que as palavras encerram, provocando nos espectadores as mais variadas indagações sobre a nossa (ir)relevância no universo. 

Constelações chega a Brasília nos dias 16 e 17 de setembro de 2017 com apresentações no Teatro UNIP, 913 Sul. A montagem estreou no Royal Court Theatre de Londres em janeiro de 2012, com Sally Hawkins e Rafe Spall, dirigidos por Michael Longhurst. As críticas foram entusiásticas e, devido ao sucesso de público, a peça teve uma segunda temporada no West End, reestreando no Duke of York’s Theatre em novembro daquele ano. 

Aos 29 anos de idade, Nick Payne ganhou o cobiçado Evening Stardard Theatre Award de melhor peça do ano, tornando-o o mais jovem dramaturgo a receber tal honraria. 

Em janeiro de 2015, a peça estreou na Broadway, no Samuel J. Friedman Theatre, com Ruth Wilson e Jake Gyllenhaal. Foi dirigida, mais uma vez, por Michael Longhurst, com uma nova concepção, transformando a montagem intimista do Royal Court em uma produção grandiosa. 

A magia não se perdeu, mostrando o poder que a peça tem qualquer que seja o teatro em que é apresentada. Tal como em Londres, os críticos ficaram impressionados com a originalidade do autor, que cria uma história de amor extremamente sofisticada, em meros 70 minutos, e que mesmo assim, ganha a adesão imediata do público. 

A ambivalência emocional, inevitável em qualquer relação, tem um impacto muito maior aqui, por causa do multiverso, ou universos paralelos, no qual a peça transita. Não é preciso ser um cientista para se entender as várias versões de um relacionamento, que vão se descortinando diante de nossos olhos, com pequenas variações de texto e tom, colocando em dúvida nossas noções de tempo e espaço, mas nunca a nossa busca pelo amor perfeito que, lá no fundo, sabemos, não passa de uma miragem. 

Para Ulysses Cruz, “Nick Payne conduz suas indagações pelos universos paralelos com enorme senso de humor e calor humano. É na atração que Marianne e Roland sentem um pelo outro que a peça se detém. Na vontade sobre-humana de conseguirem se comunicar. A ironia é que seus universos também são paralelos e linhas paralelas jamais se encontram”, afirma o diretor.

SERVIÇO:

CONSTELAÇÕES

Dias: 16 e 17 de setembro de 2017
Horários: sábado, às 21h, e domingo, às 20h
Local: Teatro UNIP 
Endereço: SEPS 913 Sul, Brasília-DF

Ingressos:
Plateia inferior (setores 1, 2 e 3):

R$ 60 (meia)* 
R$ 70 (ingresso social)** mais 1kg de alimento não perecível 
R$ 120 (inteira)

Plateia superior (setores 4, 5 e 6):

R$ 50 (meia)* 
R$ 60 (ingresso social)** mais 1kg de alimento não perecível 
R$ 100 (inteira)

QUEM PAGA MEIA*
- Estudantes* e professores da rede pública ou particular, maiores de 60 anos e portadores de necessidades especiais; 
- Clientes CIATOY (na apresentação de um cupom fiscal de qualquer valor do mês de julho de 2017);
* O documento que comprova a meia-entrada será exigido na entrada do espetáculo. A carteirinha estudantil só é válida se estiver dentro do prazo de validade e mediante a comprovação de frequência emitida pela instituição. 

INGRESSO SOCIAL**
- O Grupo Mais Brasil Entretenimento por meio do nãoperco Social proporciona um desconto exclusivo sobre o valor da inteira para aqueles que, juntamente com a compra do ingresso social, doarem 1kg de alimento não perecível (por ingresso). Os alimentos deverão ser entregues somente na entrada do espetáculo onde serão selecionados, embalados e distribuídos para instituições filantrópicas, movimentos sociais, comunitários e para famílias em risco social do Distrito Federal e entorno.

Vendas pela internet (com taxa de serviço): www.naoperco.com 

Pontos de venda físicos (sem taxa de serviço)*:
Lojas Cia Toy e Belini:
Cia Toy Terraço Shopping (61) 3233-7240
Cia Toy Pátio Brasil (61) 3224-8334
Cia Toy Península Shopping (61) 3468-1727
Cia Toy Alameda Shopping (61) 3351-1963
Cia Toy Feira dos Importados (61) 3037-3782
Cia Toy Gilberto Salomão (61) 3248-7745
Cia Toy Iguatemi Shopping (61) 3468-3765
Cia Toy Águas Claras (61) 3435-2375
Cia Toy Parkshopping (61) 3233-6762
Cia Toy Taguatinga Shopping (61) 3024-1388
Cia Toy Valparaíso Shopping Sul (61) 3629-5310
Belini Pães e Gastronomia, 113 Sul (61) 3345-0777
*Pagamento somente em dinheiro. No dia do espetáculo, ingressos à venda também na bilheteria do Teatro a partir das 12h.

Acessibilidade: Sim
Classificação indicativa: 12 anos para menores desacompanhados
Mais informações: (61) 4101-1121 ou (61) 4101-1230
Produção local: Grupo Mais Brasil Entretenimento

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS