Gastronomia Degustação
25/09/2017 Redação Degustação de cerveja, por onde começar Saiba como começar a apreciar o sabor de uma das bebidas mais antigas do mundo

Cerveja é uma das bebidas favoritas do brasileiro, e faz parte da programação de muitas pessoas. No entanto, com tantas opções nas cervejas artesanais, existem algumas dúvidas de sobre qual iniciar. Pensando em ajudar nisso, o sócio da Debron Bier, Thomé Calmon, ensina o jeito certo de degustar os sabores artesanais. “Para iniciar a degustação o ideal é separar quatro, no máximo cinco rótulos, para não confundir o paladar com o sabor e não comprar as cervejas já geladas, pois a oscilação da temperatura pode estragar ou alterar o sabor”, afirma. 

O início da degustação pede um sabor mais suave. “A Lager possui um sabor leve e resfrescante, é uma cerveja de baixa fermentação e com teor alcoólico mais baixo”, explica Calmon. Na sequência, é bom trocar o copo para a próxima cerveja para os sabores não se misturarem, além de petiscos como pães e beber água para que os sabores e aromas da bebida não se confundam na boca. “A Weizen é uma cerveja de trigo de alta fermentação, tem um sabor intenso e levemente frutado, um pouco mais forte que a pilsen, mas equilibrado ésteres frutados que lembram banana, cravo e noz.”, esclarece Thomé. 

A Golden Ale é mais marcante. De alta fermentação de cor laranja acobreada, brilhante e com espuma baixa, os aromas e sabores  remetem ao cítrico com notas frutadas, malte caramelo e lúpulo, com médio amargor e de gosto seco. E para finalizar, a Imperial Stout, que possui um sabor muito marcante, robusta e alcoólica de sensação aveludada. “A imperial Stout leva cinco tipos de malte nobres, além de rapadura e amêndoas de cacau o que torna essa cerveja mais complexa.”, finaliza Thomé.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS