evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat fiyatları
Destaque Entrevistas
20/03/2018 Redação Demi Lovato sobre infância conturbada: ‘Eu tinha fascínio com a morte’ Em conversa com o famoso psicólogo Dr. Phil Demi Lovato relembrou momentos difíceis de sua infância
Redação
Redação

Segundo a voz de “Sorry Not Sorry”, ela já se percebia propensa ao suicídio aos 7 anos de idade. “A primeira vez que vi que eu era suicida foi quando eu tinha sete anos. Eu tive esse fascínio com a morte. Experimentei coisas sobre as quais não falei, e não sei se alguma vez falarei sobre isso. Mas aos sete, pensava que, se eu tivesse que tirar minha vida, a dor terminaria“.

A cantora explicou que esse tipo de pensamento se repetiu quando foi vítima de “bullying” na adolescência e em outros diversos momentos. “Ele voltou várias vezes – quando eu estava lutando contra a depressão e contra meu transtorno bipolar. Teve uma época que minha mãe tinha medo de me acordar de manhã porque não sabia se quando abrisse a porta eu estaria viva ou não“, recordou Demi. “Cada vez que eu me cortava, o corte ia ficando ainda mais profundo“, completou ela. Que coisa mais triste, gente

Felizmente, Lovato conseguiu tratar suas doenças mentais e recentemente celebrou o sexto aniversário de sobriedade. No papo com o Dr. Phil, a estrela admitiu, no entanto, ter um “vício eterno”, muito mais difícil de se controlar que as drogas e o álcool. “Eu acho que o vício eterno da minha vida é a comida. Meu transtorno alimentar começou quando eu era muito jovem. Isso é algo com o qual lido diariamente. É uma espécie de última coisa à qual recorrer“.

“Eu sinto que consegui vencer meu vício em drogas e o alcoolismo, eu nem penso nisso mais. Mas minha luta com os problemas alimentares é algo com o qual ainda lido. No entanto, tenho evoluído constantemente, e hoje estou em um ótimo lugar“, finalizou a cantora.

 

Por: Hugo Gloss

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Patent