Destaque Pepper Brasília
28/05/2019 Edição especial do Sarau D'Amacaca reúne time de artistas de Brasília no Espaço Cultural Renato Russo

Nesta quinta-feira (30), a Agrupação Teatral Amacaca (ATA) celebra os 80 anos de seu "macaco-mor", o emblemático diretor Hugo Rodas. Para comemorar as oito décadas do multiartista (ator, diretor, bailarino, coreógrafo, cenógrafo, figurinista e professor de teatro), a ATA promove edição especial do Sarau D'Amacaca. A celebração terá direito a discotecagem, cerveja, vinho e comidinhas, no galpão do Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul). A partir das 19h, começa o esquenta, com música na parte externa, e às 20h as apresentações teatrais. A entrada é gratuita.

 

Para essa terceira edição do sarau, que tem sido realizado desde março, o grupo preparou uma programação especial com artistas dos grupos residentes do Renato Russo. Então, se juntam no mesmo palco a ATA e o grupo Instrumento de Ver. Serão oito cenas inéditas com os atores Abaetê Queiroz, Alexandre Adlas, André Araújo, Beatrice Martins, Camila Guerra, Dani Neri, Flávio Café, Gabi Correa, Juliana Drummond, Julia Henning, Pedro Tupã e Vinicius Martins.

 

Em edições anteriores, a agrupação convidava amigos que estivessem em cartaz por Brasília para os números, enquanto os atores da própria companhia trabalhavam na produção. Para a edição especial, a dinâmica é diferente, explica o ator e diretor Abaetê Queiroz. "Dessa vez, quem vai estar no palco são os atores da ATA e do grupo Instrumento de Ver. A gente preparou oito cenas, que serão o nosso presente para o mestre Hugo Rodas, aniversariante da semana".

 

Uma vida nos palcos do Brasil

A trajetória de Hugo Rodas, atualmente à frente da ATA, é ligada a coletivos e parcerias. Essa saga remete aos anos 1970, com o Grupo Pitú, quando trabalhou com Antônio Abujamra no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), e com José Celso Martinez Corrêa, no Teatro Oficina. Nos anos seguintes, Rodas formou e integrou o Teatro Universitário Candango (Tucan), nos anos 1990 e 2000, assim como a Companhia dos Sonhos.

 

Fundamental para o teatro brasileiro, sobretudo para a cena de Brasília, Hugo acumula trabalhos que se tornaram grandes sucessos de público e crítica, como "Senhora dos afogados" (1987), "A casa de Bernarda Alba" (1988/91), "A menina dos olhos" (1990/91), "Romeu e Julieta" (1993/99), "O olho da fechadura" (1994/95), "The Globe Circus" (1997), "Shakespeare in concert" (1997), "Arlequim: servidor de dois patrões" (2001/02), "Rosanegra – uma Saga Sertaneja"(2002/05), "O rinoceronte" (2005/2006), além do memorável "Adubo ou a sutil arte de escoar pelo ralo", espetáculo montado desde 2005.

 

O mestre uruguaio-brasileiro dirigiu e encenou espetáculos em vários pontos do Brasil em parceria com artistas como Antônio Abujamra, na montagem de "Os Demônios" 2007; Marília Gabriela, dirigindo-a em "Lady Macbeth" (2007); e Denise Stocklos, no monólogo "Cantadas" (2007).

 

Na estante de prêmios de Hugo, estão os troféus do Serviço Nacional do Teatro (1977) de melhor espetáculo infantil para o "Os Saltimbancos"; o Prêmio Shell (1997) pela direção de "Dorotéia", ao lado de Adriano e Fernando Guimarães. É Comendador e oficial da Ordem do Mérito Cultural de Brasília (1991 e 1992), assim como Cidadão Honorário de Brasília (2000). Recebeu também o títulos de Notório Saber em Artes Cênicas (1998) e, em 2014, o de Professor Emérito, ambos pela Universidade de Brasília (UnB), instituição na qual foi docente no Departamento de Artes Cênicas durante mais de 20 anos, e atualmente atua como professor-pesquisador.




SERVIÇO

Sarau D'Amacaca - 80 anos de Hugo Rodas

Quinta-feira, 30 de maio, às 19h

No galpão do Centro Cultural Renato Russo (508 Sul)

Entrada gratuita

Classificação indicativa: livre
Informações: 3244-0411

 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Baladas Pepper | Pepper | Editoria Baladas Pepper