Cultura Diversão e Arte
14/09/2017 Redação ESPETÁCULO VAGA CARNE TRAZ A MINEIRA GRACE PASSÔ PARA A CAIXA CULTURAL BRASÍLIA Montagem aborda temas como identidade, racismo e machismo
Foto: Lucas Ávila

A CAIXA Cultural Brasília abre suas portas para o espetáculo Vaga Carne, de 15 a 17 de setembro. Escrito, dirigido e encenado pela atriz mineira Grace Passô, a montagem aborda o risco de interpretações equivocadas quando se lida com imagens preconcebidas. Os ingressos começam a ser vendidos dia 9 de setembro, por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

No palco, Grace Passô cria um campo de jogo entre palavra e movimento, em que um corpo de mulher vive a urgência do discurso, a procura de suas identidades e de pertencimento. O personagem principal é uma voz que tenta desesperadamente nomear e criar significados para tudo que ela habita no mundo. A voz toma o corpo da atriz e se vê imersa em uma história de contradições.

Temas como identidade, racismo, machismo e a forma como o ser humano enxerga o outro são abordados pela voz. Questões como O que passa pela sua cabeça? e Quais os seus desejos, suas angústias, e o que elas representam? movem o espetáculo, que estabelece uma relação direta com o público. Para separar voz e corpo, Grace cria em cena uma desconexão entre seus gestos e a fala.

Vaga Carne estreou em 2016 no Festival de Curitiba e já passou por palcos do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Salvador. Reconhecido pelo público, o espetáculo já integrou a programação de vários festivais nacionais de teatro e também recebeu prêmios como Melhor Texto Prêmio Shell (RJ)Melhor Texto Prêmio Cesgranrio de Teatro (RJ) e oQuestão de Crítica (RJ).

Sobre a atriz 
Grace Passô tem uma vida marcada por parcerias com companhias teatrais brasileiras e por trabalhos no cinema. Dirigiu peças como Contrações (SP) e Mamá (BH) e atuou em espetáculos como Krum (PR) e Amores Surdos. Fez parte do grupo Espanca! por dez anos assinando direção e dramaturgia. Atualmente, participa das filmagens do longa-metragemTemporada, dirigido por André Novais.

Para o espetáculo Vaga Carne, a artista reuniu uma equipe de criação formada por antigos parceiros de trabalho, como Nadja Naira (Companhia Brasileira de Teatro), Kenia Dias (professora e bailarina residente em São Paulo), Ricardo Alves Jr. (cineasta e diretor de teatro de Belo Horizonte), e Nina Bittencourt (socióloga e produtora cultural). O texto é a primeira produção do projeto Grãos da Imagem, que reúne trabalhos sobre o tema da identidade.

Ficha técnica 
Concepção, atuação e dramaturgia - Grace Passô 
Equipe de Criação - Kenia Dias, Nadja Naira, Nina Bittencourt e Ricardo Alves Jr. 
Luz - Nadja Naira 
Técnico e operador de luz - Pedro Meirelles 
Trilha sonora e operador de som - Ricardo Garcia 
Figurino - Virgilio Andrade 
Fotografia - Lucas Ávila 
Pesquisa e produção - Nina Bittencourt 
Produção local - Tatiana Carvalhedo (Carvalhedo Produções) 
Identidade visual - 45JJ.ORG

Serviço 
Espetáculo: Vaga Carne 
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4) 
Dias: de 15 a 17 de setembro de 2017 
Horários: sexta-feira e sábado, às 20h, e domingo, às 19h 
Classificação indicativa: não recomendado para menores de 14 anos 
Duração: 50 minutos 
Ingressos: à venda a partir de 9 de setembro | R$ 10 e R$ 5 (meia entrada) 
Meia-entrada: estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de brinquedo. 
Capacidade: 92 lugares 
Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456 
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS