Lifestyle Comportamento
15/12/2015 Redação Falar palavrão não é sinal de burrice

Um novo estudo quer desmistificar a ideia de que ter a boca suja significa ter falta de vocabulário – pelo contrário, quem xinga mais também é quem mais sabe usar a própria língua a seu favor.

Ao menos é essa a conclusão de psicólogos dos Estados Unidos, que publicaram seu estudo no Language Sciences Journal. A ideia é que as pessoas que possuíam um conceito definido como “Pobreza de Vocabulário” eram as que menos compreendiam os sentidos das palavras – algo que ficou comprovado como lenda nessa nova pesquisa.

Primeiro, foi pedido para que voluntários dissessem, em 1 minuto, a maior quantidade possível de palavrões. Depois, o mesmo teste foi feito, mas com outras categorias, como animais, por exemplo. O estudo mostrou que aqueles que se expressam melhores com palavrões, ou seja, que possuem um vocabulário maior de palavras “feias”, também são aquelas que possuem um léxico maior de palavras que não são ofensivas.

 

“Nós não podemos deixar de julgar os outros com base em seu discurso. Infelizmente, quando se trata de linguagem tabu, é uma suposição comum de que as pessoas que xingam frequentemente são preguiçosas, não têm um vocabulário adequado, não possuem educação ou simplesmente não conseguem se controlar”, explicaram os autores do estudo.

Ou seja, a ideia é de que se você tem um vasto repertório de xingamentos, é bem provável que o seu repertório como um todo seja maior do que o que se esperaria de alguém que usa palavrões para se comunicar. Será?

 

Via Mega Curioso

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação Gislaine | Pizza Á Bessa |