Destaque Mundo
00/00/0000 Israel ataca Faixa de Gaza após disparos de foguetes palestinos
Sinalizadores foram usados por israelenses para iluminar parte da região de Gaza Foto: JACK GUEZ / AFP
Sinalizadores foram usados por israelenses para iluminar parte da região de Gaza Foto: JACK GUEZ / AFP

A aviação israelense realizou dezenas de ataques aéreos contra a Faixa de Gaza na madrugada desta terça-feira (segunda-feira à noite, no Brasil), após um intenso bombardeio com foguetes contra o sul de Israel por parte de ativistas palestinos, informaram testemunhas e fontes da segurança. Os ataques de Israel deixaram 12 feridos — dois gravemente — na Faixa de Gaza, segundo o último levantamento das autoridades palestinas.

Uma porta-voz israelense confirmou o lançamento de uma \"operação aérea chamada \"limite protetor\", sem entrar em detalhes. Cinco casas foram destruídas nos ataques, três em Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, e duas no norte da região.

As Brigadas Ezzedine al-Qassam (braço militar do Hamas) advertiram que Israel \"ultrapassou a linha vermelha ao atacar casas\". O ex-chefe de governo do Hamas Isma¯l Haniyeh emitiu um comunicado pedindo \"unidade entre os palestinos na frente política e sobre o terreno, incluindo uma intensa coordenação e cooperação entre todos os membros do nosso povo para enfrentar esta etapa crítica\".

Haniyeh destacou que a ação israelense é uma oportunidade excepcional para a reconciliação entre os palestinos, em referência ao Hamas e à Organização de Libertação da Palestina (OLP), que tentam constituir um governo de união.

Dezenas de foguetes foram disparados da Faixa de Gaza contra o sul de Israel na noite de segunda-feira, sem deixar vítimas, horas após três extremistas judeus confessarem o assassinato de um jovem palestino. O braço armado do movimento islâmico palestino Hamas reivindicou a autoria dos disparos de \"dezenas de foguetes\" contra o sul de Israel, em \"resposta à agressão sionista\".

— Os foguetes são uma reação natural aos crimes israelenses contra nosso povo. Que o ocupante (israelense) compreenda bem a mensagem. Não tememos suas ameaças — advertiu o porta-voz do Hamas em Gaza, Sami Abu Zuhri.

Segundo o exército israelense, mais de 40 foguetes foram disparados de Gaza em apenas uma hora, e o sistema de defesa antimísseis destruiu 12 no ar.

A TV de Israel informou que o gabinete de segurança autorizou o Exército \"a intensificar as represálias contra o Hamas\". Também mostrou dezenas de tanques posicionados na região da fronteira com a Faixa de Gaza, e centenas de reservistas foram convocados pelo Exército, que \"pode chamar mais 1.500\", informou um oficial.

Fonte: Zero Hora 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação Gislaine | Pizza Á Bessa |