Cultura Diversão e Arte
30/01/2018 Redação JOGO DE CENA - 2018
Foto: Adla Marques

No dia 31 de janeiro de 2018, no Teatro da CAIXA, CAIXA Cultural Brasília, teremos a primeira edição do ano em que o tradicional programa de auditório brasilienses Jogo de Cena completa 33 anos de existência.

Criado em 1985, o Jogo de Cena é um evento mensal genuinamente brasiliense, que segue o modelo de um programa de auditório e tem como principal objetivo divulgar a arte produzida em Brasília, Distrito Federal.

Dividido em quadros, o evento é aberto à apresentação das mais diversas manifestações e estilos artísticos, fazendo com que cada uma de suas edições seja única. O roteiro de cada programa é formado a partir das inscrições colhidas para os diversos quadros e também, pelo intermédio de convite a artistas já consagrados.

Atrações desta edição: Na abertura, a atriz, slammer e escritora MEIMEI BASTOS apresenta a performance MC KAÔ, inspirada no seu livro UM VERSO E MEI; O jornalista-artista Diego Ponce de Leon, travestido da personagem CARMELA, entrevista o comediante Claudio Falcão; Um show com a banda JOE SILHUETA, formada por Guilherme Cobelo (voz e violão), Marcelo Moura (voz e baixo), Gaivota Naves (voz), Carlos Beleza (guitarra), Tarso Jones (teclado), MárlonTugdual (bateria) e Lucas Muniz (sanfona e clarineta); o projeto TEATRO DE FÉRIAS apresenta um trecho do espetáculo MADRUGADAGEM, com Ana Flavia Garcia; Projeção do curta-metragem UrSORTUDO, dirigido por Januário Jr. (Troféus Câmara Legislativa de Melhor Curta, Melhor Roteiro e Melhor ator, no 50º Festival de Brasília; e Melhor Atriz no FAVERA - GO); a CIA. DE COMÉDIA 4 HOMENS E MEIO apresenta uma cena do espetáculo O CRUSH DOS MEUS SONHOS; Um show de carnaval com o grupo percussivo e carnavalesco PATUBATÊ e integrantes da OFICINA DE PERCUSSÃO E BLOCO ELETRÔNICO, direção musical Fred Magalhães; e artista plástica, Isadora Valença pintará um quadro durante todo o programa.

Historia

Em 1985, um grupo de atores, produtores e pensadores culturais de Brasília, preocupados com a falta de espaço para a apresentação de produções e com a ausência de incentivos para a área, decidiu criar um evento que permitisse uma participação democrática de toda a classe artística brasiliense. Foi assim que, na primeira semana de agosto daquele ano, aconteceu, no palco do Teatro Galpãozinho (hoje Espaço Cultural Renato Russo), a primeira apresentação do Jogo de Cena.

A idéia era simples, mas tinha todos os elementos necessários para funcionar. Durante cerca de duas horas, subiam ao palco os atores, dançarinos, músicos e artistas plásticos que, em cerca de 10 minutos, pudessem mostrar um trecho da obra na qual estivessem trabalhando no momento. Desta forma, um diretor de teatro em período de ensaio, com estréia marcada, sabia que tinha um local certo onde anunciar o seu produto e testar a reação do público, já que um trecho da peça seria atuada no palco do evento.

Desta forma, os artistas podiam se exercitar diante da platéia e os produtores podiam vender o resultado dos seus trabalhos, escapando da miséria dos meios de comunicação da cidade que, em geral, torcem o nariz para as produções locais, privilegiando as montagens e espetáculos vindos de fora da capital. Além disto, o público brasiliense, que se sentia abandonado numa cidade onde havia pouco para se fazer, passou a ter um endereço certo e periódico de diversão: o Jogo de Cena.

A partir de 2000, o evento passou a contar com a importante parceria da CAIXA. Essa parceria constituiu uma identidade entre a CAIXA Cultural Brasília e o Jogo de Cena, consolidando ambos como incentivadores da produção cultural brasiliense.

Passadas mais de três décadas da sua criação (18 anos no Teatro da CAIXA), o Jogo de Cena continua sendo um importante espaço democrático tanto para a classe artística quanto para o público.

Serviço: 

Jogo de Cena – 2018 

Apresentação: Rodolfo Cordón e Ricardo Pipo 

Dia 31 de janeiro, quarta-feira, às 20h

Teatro da CAIXA, na CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4, ed. anexo à matriz da CAIXA) 

- Não será permitida a entrada após o início do espetáculo. 

Recepção: (61) 3206-9448

Bilheteria: (61) 3206-6456 (aberta no dia 27/01, sábado, a partir das 9h) 

Ingressos: R$ 20 e 10 (meia-entrada para estudantes, pessoas com 60 anos ou mais, clientes e funcionários da CAIXA e doadores de livro) 

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 14 anos 

Coordenação Geral do Jogo de Cena: James Fensterseifer: (61) 99615-2405, jogodecena@gmail.com

Mais informações e Inscrições: (61) 3201-9280 (manhã), jogodecena@hotmail.com

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS