evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat fiyatları
Destaque Pepper Brasília
30/11/2017 Redação Kombinha Azul – “food truck” operado por jovens autistas volta a circular em Brasília em parceria com a Quitutices, da chef Inaiá Sant’Ana A Kombinha Azul, que busca desenvolver habilidades profissionais e sociais nesse público, agora, conta com ajuda da confeitaria artesanal sem glúten e sem lácteos. Lançamento da parceria será nesta quinta-feira (30/11)
Foto: Sergio Marques

Uma Kombi azul da cor do céu de Brasília, alguns quitutes e uma equipe para atender o público e vender os produtos. Poderia ser apenas a descrição de um “food truck” comum que o brasiliense encontra em diversos cantos da cidade, não fosse um pequeno e importante detalhe: nessa kombi, os vendedores são jovens portadores de Transtorno do Espectro Autista (TEA), mais conhecido como Autismo.

Estamos falando da Kombinha Azul, que agora contará com a colaboração da Quitutices – confeitaria artesanal sem glúten e sem lácteos, comandada pela chef pâtissière Inaiá Sant'Ana – para voltar a circular. O objetivo do projeto é desenvolver habilidades profissionais e sociais em autistas. Tudo isso em um ambiente terapêutico e com atividades práticas, já que eles precisam repassar preços, calcular troco e interagir com as pessoas.

Dessa parceria, nasceu o projeto Quitu na Kombinha, que terá lançamento na Quitutices (216 Sul), nesta quinta-feira (30/11), a partir das 10h, com a venda de bolos, cookies, brigadeiros e outros quitutes pelos jovens. Eles se unirão à equipe de atendimento da confeitaria durante todo o dia.

Todo o lucro obtido nessa data será destinado integralmente ao projeto para custear a operação da kombinha e remunerar os jovens vendedores, que, atualmente, são cinco, além da manutenção da Timeout Rock Band (também formada por adolescentes, jovens e adultos autistas e terapeutas) e até mesmo futura ampliação do atendimento às pessoas de baixa renda.

Para Inaiá Sant'Ana, o compromisso com a inclusão foi a principal motivação para o projeto. “A kombinha tem tudo a ver com proposta da Quitutices, que trabalha com gastronomia inclusiva, voltada especialmente para alérgicos ao leite e ao glúten. Meu objetivo é unir forças para incluir esses meninos e tentar minimizar o preconceito, mostrando para a sociedade que esses jovens têm dificuldades sim, mas, com carinho, cuidado e respeito, eles podem se envolver como qualquer outra pessoa e alcançar sucesso profissional”, destaca a chef pâtissière, que espera incentivar a participação de outras empresas.

Além do contato dos jovens com o público durante todo o dia, às 16h, haverá pocket show com a Timeout Rock Band, que também é formada por adolescentes, jovens e adultos autistas e terapeutas, e visa aprimorar habilidades sociais, lúdicas e motoras por meio da arte. Com muito talento, a turma tocará clássicos do rock nacional e internacional. No repertório, estarão canções como Chopis Centis (Mamonas Assassinas), Upside Down (Jack Johnson), Wish you were here (Pink Floyd) e Ainda é cedo (Legião Urbana).

Outro produto que será exposto são as camisetas da Quitutices com frases e estampas que tratam de doçuras, amor e respeito, a R$ 55,00 a unidade, pintadas pela artista Tarsila Cruz, da A Paredita (@a_paredita).

 
Na rota da Kombinha Azul

Após esse evento, a kombinha estacionará em pontos movimentados da cidade para receber o público. A partir dessa primeira semana de dezembro, todas as sextas-feiras (com início em 1º/12), o veículo ficará no Parque da Cidade, no Estacionamento 4 até o dia 22/12, das 17h às 21h. O projeto terá uma pausa durante as festas de fim de ano, mas a expectativa é voltar com força total em 2018, também com atividades semanais.

A Kombinha Azul

O projeto surgiu em maio de 2016, época de disseminação de food trucks pela cidade, com o objetivo de promover inclusão profissional e social de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e quadros assemelhados. Isso tudo por meio de um ambiente terapêutico para confrontar sintomas típicos da síndrome comportamental: dificuldade de interação social, déficit de comunicação social e padrões inadequados de comportamento.

A kombinha é desenvolvida em parceria com o Instituto Ninar, que desde 2007 oferece atendimento clínico na área de autismo. Com ambientes equipados e parcerias com terapeutas, a instituição oferece atendimento na clínica, domiciliar e acompanhamento terapêutico, além de pedagógico, fonoaudiológico, médico e de educação motora.

Podem participar do projeto os alunos do Instituto, a partir de 14 anos de idade, que se encaixem no perfil exigido em um atendimento comercial comum – como capacidade para seguir instruções, noções de matemática e habilidades sociais. Quando não atua como food truck, a kombinha circula pela cidade com os alunos, acompanhados de 
terapeutas do Instituto Ninar. Juntos, eles realizam passeios turísticos ao ar livre, também voltados para tratamento.

Desde sua criação, o projeto promoveu eventos isolados, sem constância, devido à falta de disponibilidade de produtos e demanda. Agora, com a parceria firmada com a Quitutices, a ideia é que a kombinha circule mais.

Psicóloga e coordenadora clínica geral do Instituto Ninar, Fabiana de Andrade espera que o projeto possa alçar voos ainda mais altos. “Compramos uma kombi, reformamos e sonhamos com ela. Por isso, vê-la funcionando é incrível. Temos muitas expectativas em relação ao trabalho terapêutico realizado com cada criança, jovem e adulto que atendemos. Inclusão social, cultural, escolar e alimentar existem e estão ao alcance”, afirma.


Lançamento da Quitu na Kombinha

Nesta quinta-feira (30/11), das 10h às 19h, com venda de quitutes e camisetas temáticas por jovens autistas.

Pocket show com a banda Timeout Rock Band, formada por autistas e terapeutas, às 16h.

CLS 216, Bloco A, Loja 12, Asa Sul - Brasília/DF; (61) 3543-5057/ (61) 98303-5396 (WhatsApp). De terça a sexta, das 10h às 19h. E sábado, das 9h30 às 18h.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Patent