Esporte Olimpíada
17/08/2016 Mateus Fraga Mais vaias para ele Lavillenie é vaiado de novo em cerimônia de premiação do salto com vara
Mateus Fraga
Mateus Fraga

A cerimônia de premiação do salto com vara, que consagrou o brasileiro Thiago Braz, foi marcada por vaias contra o francês Renaud Lavillenie, medalhista de prata da prova. Lavillenie e seu técnico haviam reclamado da atitude do público na noite de segunda-feira, quando ocorreu a competição. Recordista mundial indoor e campeão olímpico em Londres 2012, o francês sofreu forte pressão da torcida no final da prova. Ele ainda foi muito criticado por ter falado em entrevistas a emissoras de TV, logo depois da prova, que se sentia como Jesse Owens, negro americano que competiu diante de Hitler nos Jogos de Berlim-1936.

O francês pediu desculpas depois por essas declarações, mas reiterou que ficou incomodado com a falta de "fair play" da torcida brasileira. Na cerimônia de premiação desta terça-feira, Lavillenie voltou a ouvir sonoras vaias quando subiu ao pódio. Thiago ainda fez sinal com os braço para pedir para o público parar. Ele foi parcialmente atendido, mas fez questão de aplaudir o rival.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS