Cultura Agenda
07/10/2016 Redação Melanina 5 anos: Brasília vai ferver no final de semana! Sexta-feira, 7 de outubro, vai rolar a edição especial de aniversário da festa mais brasiliense e diversificada da cidade. Pedro Batista, idealizador do evento, contou pra gente os momentos mais marcantes dos últimos 5 anos!
Redação
Redação

A famosa festa brasiliense, Melanina, completa 5 anos este final de semana. Nós, da Revista Pepper, participamos de quase todas as edições e não vamos ficar fora dessa. Tudo começou em 2011 e a festa se destacou como um evento de personalidade, respeito e diversidade. Tudo explorando o black music, que conta com soul, samba, funk, hip hop e muito mais. O agito é famoso e você respira cultura.

Amanhã, 7 de outubro, a festa deixa seu berço tradicional, o clube Ascade, e vai para o gigante Estádio Nacional de Brasília. O espaço vai ser maior e com muitas atrações para comemorar o aniversário da jovem menina Melanina (com direito a musica até o sol raiar). 

Para garantir a pista de dança bombando, foram convidados para participar dessa celebração o músico carioca BNegão, com seu projeto BNegão Trio; a DJ paulistana Pathy DeJesus, que contará com participação da rapper Tássia Reis; o DJ chileno Byte, campeão mundial do Red Bull Thre3style; o DJ carioca Tamenpi; e as pratas da casa, o DJ A, acompanhado da banda Funkeando. E quem volta à Melanina é o coletivo Perde a Linha, tocando o mais dançante da Brazilian Bass Music.

 Dj Pathy DeJesus vai abalar na edição comemorativa

 

Para relembrar os 5 anos de sucesso da Melanina, o idealizador e produtor do evento, Pedro Batista, nos contou o que mais marcou em cada ano. Teve de tudo. Mudança de local, cenografia, serviços e atrações. E o que esperar para amanhã? Ahhh, ele também contou! Confira!


Pedro, no centro, relembra os melhores momentos da festa

 

1º ano

O destaque fica para a primeira edição. Era um projeto que estava no papel e nós conseguimos colocar em prática um evento que foi uma experiência incrível. Destaco também o show da Ellen Oléria, com o Dj A e o Richelme Oliveira na percussão. Foi um formato diferente e que começou a caracterizar a Melanina como um projeto que usa musicalmente de tudo.  Você tem uma voz, um Dj e uma percussão gigante conversando. Foi um show bem impactante, principalmente pelo formato.

2º ano

A gente pode destacar a ida ao Ascade. O evento começou num espaço menor, e logo levamos para o clube. Aí conseguimos executar um evento grandioso, colocando em prática tudo que a gente queria: serviço, cenografia e ambientação. E mesmo com os riscos e o preconceito na época, de ser um evento de cunho mais alternativo, a gente conseguiu atingir um grande público e oferecer um serviço bem maneiro. Essa virada de chave foi demais. Caracterizou a melanina como uma festa que se preocupa com isso. 

3º ano

O destaque foi pra nossa edição de aniversário. A gente conseguiu fazer um show especialíssimo do Funkeando, com a participação do Fábio Allman, e, principalmente do Serjão Loroza. Naquele dia o Dj A estava inspirado! Quebrou tudo! A gente fez a edição de aniversário ser uma coisa muito especial. Teve o show da rapper Akua Naru, que foi a nossa primeira atração internacional. O público se jogou!

4º ano

O destaque ficou por conta da nossa parceira queridíssima Karol Conká. Ela já tinha tocado na Melanina antes, mas voltou com um show melhor, mais encorpado e foi demais. Ela acabou roubando a cena. E a Melanina já estava em uma entrega de serviço muito boa. Nós conseguimos fazer essa experiência completa. Cenografia maneira, estrutura maneira e um showzásso da Karol que foi muito fera. 

5ª ano vai ferver!

Essa edição nós estamos preparando com muito carinho e amor. A mudança pro Estádio Nacional foi muito bem pensada. A gente quer oferecer uma experiência diferente. O formato dos shows também vai ser diferente. É importante lembrar que o público deve chegar cedo para curtir todos os momentos. A festa vai ter um crescente. A gente vai começar com um coquetel de abertura, com o Funkeando fazendo um som ao vivo no meio do público, e na sequência os shows vão pegando corpo. Vão ser apresentações bem dinâmicas, com presença de dança e instrumentos musicais, sempre interagindo com os djs, com os cantores... Vai ser uma coisa bem maneira.

 Fotos: Reprodução internet/ arquivo pessoal

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Gislaine | Pizza Á Bessa | AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação