Destaque Curiosidades
23/01/2020 Mulheres e jovens adultos estão mais suscetíveis a ter enxaqueca Dor de cabeça acomete, principalmente, pessoas geneticamente predispostas

Dor latejante moderada ou forte, náuseas e hipersensibilidade à luz, sons e certos odores. Estes são os principais sintomas da enxaqueca, uma espécie de dor de cabeça insistente acompanhada, na maioria das vezes, por sintomas visuais. Também chamada de migrânea, a doença acomete, principalmente, adolescentes, jovens adultos e mulheres.

As terríveis crises dolorosas são precedidas, na maioria das vezes, por vista embaçada, pontos luminosos que correm em zigue-zague ou manchas escuras. A ocorrência é chamada de enxaqueca com aura. Apresentando os sintomas, o diagnóstico é feito com base no histórico familiar.

Causas
A enxaqueca é uma doença multifatorial - tem causas variadas - mas alguns gatilhos podem desencadear as temidas crises. Jejum prolongado, insônia, consumo excessivo de açúcar, chocolate, embutidos, café, álcool e queijos estão entre os principais "geradores". O hábito de fumar e odores fortes também podem acarretar a condição.

Tratamento
Enxaqueca não tem cura. O tratamento varia de acordo com o nível da dor e da periodicidade das crises. O objetivo é suprimir os principais sintomas e evitar novos e dolorosos eventos. Na maioria das vezes, analgésicos comuns são eficazes contra a dor latejante.

Vale ressaltar que a automedicação é desaconselhada, uma vez que o abuso de alguns remédios pode agravar os sintomas. O tratamento mais eficaz é uma mudança radical no estilo de vida do paciente.  

Fica a dica!
Você sofre de enxaqueca com aura? Então fique longe do cigarro e do anticoncepcional. Fumantes e mulheres que fazem uso do anticonceptivo aumentam os riscos de sofrer acidentes vasculares cerebrais, o AVC.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Gislaine | Pizza Á Bessa | AR YAPUANA | AR YAPUANA | Fármacia de Manipulação