Lifestyle Comportamento
06/05/2016 Redação Mulheres inspiradoras

A cada momento que nasce uma filha, nasce também uma mãe. Apesar desta tarefa não ser só flores, existe uma porção de mulheres engajadas que mostram que a maternidade é muito mais do que dar à luz. Com causas que impactam a sociedade positivamente e visam melhores condições futuras, estas mães ativistas merecem uma Seleção Hypeness só para elas. 

A cobrança incessante em cima das progenitoras está com os dias contados. Ou pelo menos espera-se que sim. Aos poucos, as mães estão se unindo para desconstruir sua própria imagem, abrindo espaço para debater seus erros e acertos, e até mesmo para desabafar o quanto é difícil educar e cuidar de um filho.

Com tantas responsabilidades, afazeres e fardos, muitas mulheres conseguem ainda ter forças para lutar por causas incríveis, praticar a sororidade e até mesmo ir para as ruas em busca de justiça, como é caso das emblemáticas e admiráveis Mães de Maio. Vale relembrar ainda o caso de Laura Helena Lopes, que nem deu à luz e ainda assim ajuda as mães solteiras distribuindo marmitas e papinhas congeladas gratuitamente.

Toda mãe já nasce guerreira assim que o filho põe a cara neste mundo louco. E o máximo que a gente pode fazer é apoiar suas causas e aplaudir suas conquistas. Se liga nessa mulherada poderosa:

1. Robin Lim

Com a premissa de que a paz se inicia no nascimento, a mãe, avó e doula norte-americana oferece cuidados pré-natais e auxílios médicos gratuitos através de suas clínicas Yayasan Bumi Sehat, que já ajudaram milhares de mulheres pobres na Indonésia.

robin lim

2. Katiele Fischer

Mãe de duas meninas, atua na luta pelo tratamento medicinal com cannabis, no caso, para tratar a epilepsia de uma das filhas. Depois de importar o remédio derivado da maconha, que reduz as convulsões, tornou sua causa pública para ajudar outras famílias, conseguiu o direito de importação e ainda batalha para desburocratizar este processo.

Katiele Fischer

3. Debora Regina Magalhães Diniz, Mariana Sá, Silvia Düssel Schiros e Vanessa Anacleto

Desenfrear o consumismo é palavra de ordem desta geração. Inconformadas com a publicidade dirigida às crianças, estas quatro mães fundaram o Movimento Infância Livre de Consumo. Por meio de questionamentos e reflexões, propõem novas escolhas para pais e filhos.

infancia livre

4. Maria Cecília Cury e Mariana Claudino

A dupla de advogada e jornalista deu início a campanha “Põe no Rótulo“, que basicamente pede mudanças na lei da rotulagem, pedindo especificações mais claras dos alimentos, em prol de ajudar outras mães com crianças alérgicas.

Maria Cecília Cury

mariana claudino

5. Tatiana Weberman e Juliana Borges

Esta é a dupla de organizadoras do movimento Slow Kids, que propõe atividades gratuitas para as crianças, fazendo-as aproveitarem a melhor parte desta fase da vida: a brincadeira. Isso também promove uma maior interação entre pais e filhos, que participam de um dia de filme, cotação de histórias, música e troca de brinquedos.

O próximo evento é no dia 7 de maio, no Parque da Independência.

slow kids

6. Carol Guedes

Preocupada com o consumo, muitas vezes excessivo, a atriz Carol Guedes criou o Quintal das Trocas, que promove a troca de brinquedos numa plataforma online. A ideia pintou na cabeça depois de ver a filha  Maria Beatriz numa feira de trocas.

Ela diz que “na troca, a criança não pensa no preço do brinquedo, ela pensa apenas no valor daquela brincadeira!”

carolina guedes

7. Patrícia Marinho

Fundadora do projeto TempoJunto, que oferece soluções práticas para que pais e filhos tenham um período de qualidade na companhia um do outro. A proposta apresenta brincadeiras e jogos que estimulam o lado criativo das crianças, longe da tecnologia, e o melhor: na companhia do pai e da mãe.

8. Roberta D’Albuquerque e Maria Flor Calil

A designer e a jornalista se uniram para combater a cobrança da perfeição materna. Com o projeto A Verdade É Que”, elas buscam desmitificar a figura imaculada da mãe, que sim, também comete “pequenos pecados”, como odiar a lição de casa tanto quanto os filhos ou até mesmo disputar pelo último brigadeiro. Porque mãe também é um ser humano!

Roberta D’Albuquerque e Maria Flor Calil
Foto via

9. Severn Cullis-Suzuki

Ativista em prol das questões ambientais, ela chocou o mundo pela primeira vez aos 12 anos de idade, quando ficou conhecida como  “a menina que silenciou o mundo por cinco minutos” após discurso na Rio 92. Na época, queria que o mundo fosse melhor para si e outras crianças, e hoje pensa também no futuro de seus filhos, seguindo na luta para reverter a crise ecológica que vivemos.

Severn

10. Anne Rammi

Visando empoderar as mamães e torná-las mais conscientes, a artista plástica comanda o blogMamatraca, alinhado aos princípios e valores da maternidade/paternidade ativa, feminismo, direitos reprodutivos das mulheres, erradicação da violência contra a mulher, empoderamento de pais, mães e filhos, educação para a cidadania e proteção à infância.

anne

 

 

Via Hypeness

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
beylikdüzü evden eve nakliyat sarıyer evden eve nakliyat ataköy evden eve nakliyat şişli evden eve nakliyat