Esporte Olimpíada
16/08/2016 Mateus Fraga Ouro, prata e prata Brasil vai subindo posições no quadro de medalhas

O Brasil está em festa. Em menos de 24 horas já ganhamos mais 3 medalhas. A segunda medalha de ouro brasileira nessa edição veio com Thiago Braz no salto em altura, com direito a novo recorde olímpico. É a primeira medalha de ouro do Brasil no atletismo masculino desde os Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles, quando Joaquim Cruz ganhou a prova os 800 metros. E ele conseguiu ainda estabelecer um novo recorde olímpico na prova e superar sua marca pessoal.

Campeão olímpico em Londres 2012, o ginasta brasileiro Arthur Zanetti conquistou a medalha de prata nas argolas. Seu maior rival, o grego Eleftherios Petrounias, levou o ouro. Com apresentação irretocável, o grego Eleftherios Petrounias, atual campeão mundial do aparelho, ganhou a competição com nota altíssima de 16,000, contra 15,766 de Zanetti. Arthur nãos se abateu e ficou muito contente com a prata.

Na manhã desta terça-feira o baiano de 22 anos Isaquias Queiroz não decepcionou e faturou a medalha de prata na prova dos 1000m C1 individual. Foi a primeira medalha olímpica brasileira na história da canoagem de velocidade. A prova foi muito disputada, o alemão Sebastian Brendle, atual campeão olímpico da prova, levou o ouro. O brasileiro teve tempo de 3min58s529 contra 3min56s926 de Brendle. 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS