Lifestyle Moda
00/00/0000 Ousadia na campanha gera revolta na net
Em anúncio de lingerie e minissais, uma parte do ânus da modelo ficou à mostra
Em anúncio de lingerie e minissais, uma parte do ânus da modelo ficou à mostra

A loja americana American Apparel está sendo acusada por internautas de apelar a \"pornografia com menor\" para promover a sua linha \"De volta às aulas\" de minissaias.

A filial britânica da empresa americana, famosa por suas campanhas provocadoras, postou na quarta-feira (6/8) uma imagem na sua conta do Instagram que está dando o que falar, de acordo com o \"Daily Mail\". Na cena, uma modelo ao estilo Lolita, usando uma saia curtíssima, debruça-se sobre a lateral de carro, deixando à mostra parte da calcinha e das nádegas.

 \"\"

\"\"

A resposta nas mídias sociais na web foi imediata. Muitas mulheres acusaram a American Apparel de sexismo e de tratar a mulher como objeto.

Uma usuária do Twitter escreveu: \"American Apparel - suas saias \"de volta às aulas\" alimentando as fantasias de Lolita e sexismo extremo\".

Sarah Redington, também no Twitter, questionou: \"Em qual escola essas roupas passariam no código de vestimenta? Não na minha\".

No Instagram, uma jovem, escreveu: \"Jamais pensei que a @americanappareluk precisaria apelar ao pornô para vender. Pornô com menor. Vergonhoso\".

A foto foi retirada da conta no Instagram.

\"\"

\"\"

Camisa polêmica combina masturbação e menstruação

Fonte: Page Not Found 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Baladas Pepper | Pepper | Editoria Baladas Pepper