Lifestyle Bem Estar
18/03/2017 Redação Para ficar em forma não tem outra saída: S-E- X-O! Quer fortalecer os músculos e queimar calorias sem precisar sair da cama? De acordo com uma pesquisa, sexo trabalha toda a musculatura corporal

Todo ano é a mesma coisa: as pessoas prometem bater ponto na academia todos os dias para conseguir o corpo dos sonhos , mas, em pouco tempo, boa parte delas acaba desistindo e deixando a resolução de ano novo para lá. É o seu caso? Então essa vai para você: um estudo recente encontrou uma modalidade de exercícios que movimenta todos os músculos do corpo sem que seja necessário sair da cama.

Além do fato de sexo exercitar o corpo todo, o estudo também descobriu que mulheres gastam 69 calorias durante o ato

O corpo humano possui 657 músculos e, de acordo com o estudo conduzido pela marca de bebidas de proteína Upbeat Active, chorar exercita 17 deles. Enviar uma mensagem de texto faz com que o número suba para 38 e dar uma corridinha para pegar o ônibus movimenta 99 músculos.

O dado mais surpreendente da pesquisa, no entanto, é a quantidade de músculos que movimentamos ao fazer sexo; de acordo com a pesquisa, transar exercita a musculatura corporal completa. O estudo afirma que, independente de como as pessoas preferem fazer sexo, transar é um exercício que movimenta todos os 657 músculos.

Sexo em favor da saúde

O fisioterapeuta e especialista em anatomia muscular Mike Aunger, que conduziu o estudo, explica ao "The Telegraph": “Na cama, todos os músculos são importantes. Toda a musculatura esquelética é essencial para o movimento, não importa o quão vigoroso ele seja. Todos os músculos autônomos trabalham sem cessar na digestão, na respiração e na circulação; e, é claro, os músculos cardíacos são essenciais para bombear sangue para os lugares certos”.

Ao jornal britânico, Aunger dá ainda mais motivos para que os casais apostem em uma “série de exercícios” na cama. “Inatividade é a crise da modernidade. É um dos dez maiores fatores de risco para modalidade global, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e ‘atividade insuficiente’ aumenta os riscos de morte. O problema está ficando ainda maior por conta de trabalhos que nos mantêm colados na cadeira do escritório o dia todo”, afirma ele.

A recomendação, porém, é que um bom treino para o corpo deve ser extremamente regular, quase parte da rotina, de preferência duas vezes ao dia e o mais vigoroso possível. “O ideal seria durar mais de 30 minutos, mas não tenho os dados sobre qual é a média de tempo das relações sexuais. Na verdade, 45 minutos provavelmente seria melhor”, conclui.

 

Via: delas

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS