Cultura Diversão e Arte
13/09/2018 Redação Projeto sociocultural "Kombo Arte Afro" encerra com a apresentação dos alunos Centro de Ensino Fundamental 35, de Ceilândia, receberá o evento de encerramento da terceira edição neste sábado (15), a partir das 11h30, aberto a toda comunidade

Neste sábado (15), às 11h30, haverá o encerramento da terceira edição do projeto sociocultural "Kombo Arte Afro" com a apresentação dos alunos da comunidade Sol Nascente, no Centro de Ensino Fundamental 35, de Ceilândia. 

O objetivo do evento – além de valorizar a cultura afrobrasileira por meio do resgate do valor da herança cultural associados à música, dança e capoeira – é mostrar o resultado do trabalho desenvolvido ao longo de cinco meses, com uma das maiores comunidades do Distrito Federal, proporcionando uma maior integração entre alunos, professores e toda a comunidade local. 

Segundo o mestre Célin du Batuk, os alunos serão responsáveis por todo o andamento do espetáculo. "Queremos que os jovens adquiram um processo de identidade cultural e cidadania autônoma, a fim de que os mesmos façam considerações positivas no relacionamento social", destaca o idealizador do evento.    

Essa edição do projeto ocorreu na comunidade Sol Nascente, de maio a setembro de 2018. O projeto, por sua vez, ofertou o pacote de oficinas: música/ percussão, capoeira e dança afro. 

Como nasceu o projeto - O projeto foi idealizado pelo mestre Célin du Batuk, na intenção de oferecer a crianças e adolescentes um conjunto de atividades que têm a cultura afro brasileira como foco, a fim de manter viva a tradição afro-brasileira. Este conjunto de atividades foi nomeado de "Kombo". 

A primeira edição do projeto, em 2012, foi desenvolvida na comunidade da Vila Estrutural e atingiu diretamente 120 crianças e adolescentes. Proporcionou aos alunos o conhecimento da manufatura de artesanato com materiais considerados "lixo", e teve como desdobramento o auxílio para que os filhos dos catadores de lixo do Lixão da Estrutural não os acompanhassem nessa atividade, ficando envolvidos com o projeto. Na oportunidade, foi oferecido o pacote de oficinas: música/ percussão, artesanato afro e dança afro. 

A segunda edição do projeto ocorreu na Vila Telebrasília, em 2014, e também alcançou 120 crianças e adolescentes. O projeto ofertou o pacote de oficinas: música/ percussão, artesanato afro e dança afro. E teve como desdobramento a ocupação do coreto da comunidade, com atividades culturais e a maior integração entre os moradores. 

SERVIÇO: 

O que: 3ª Edição do Projeto Kombo Arte Afro | Encerramento

Onde: Centro de Ensino Fundamental 35 - EQNN 01/03, Ceilândia Norte

Quando: 15 de setembro de 2018

Horário: 11h30

Quanto: Gratuito

FICHA TÉCNICA:

Diretor de Produção e Oficineiro de Música e Percussão: Célio Zidorio, Júlio César e Thiago Dutra da Silva

Monitores: Rodrigo Lima, Gustavo Silva e Denis Mota

Produtor Executivo: Luciana Vecchi Martins da Cunha 

Assistente de Produção: Ana Paula Caio Zidorio e Mariana Caio

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS