Lifestyle Viagens
27/03/2019 MOCHILEIROS.COM Sonho de ganhar a vida como ‘influencer de viagem’ e ‘mentirinhas’ no Instagram são reveladas em pesquisa

Com o uso das redes sociais cada vez maior para compartilhar diferentes momentos, principalmente viagens, 42% dos viajantes brasileiros veem a viagem como uma oportunidade de ganhar a vida como influenciador ou blogueiro(a) de viagens, ao contrário de um emprego tradicional em tempo integral. É isso que revela a nova pesquisa da Booking.com, um dos mais utilizados sistemas de reserva de hospedagem do mundo, que analisou a opinião de 21.500 viajantes de 29 países.
O levantamento mostra como as redes sociais continuarão a mudar a forma como viajamos em 2019. Enquanto, para a maioria, fazer um check-in de vez em quando, uma selfie na praia ou postar uma foto de família já é o suficiente para suas redes sociais, para muitos o sonho é de viajar o mundo como um influenciador digital. Inclusive, pouco mais de um terço dos viajantes brasileiros (37%) admitem que têm a ambição de usar viagens para iniciar uma carreira nas redes sociais.

Foto: Dane Deaner/Unsplash.

Estímulo social

Até mesmo para um usuário frequente, viajar nesta época em que as redes sociais estão ao alcance das nossas mãos é nitidamente bem diferente de antigamente, quando não tínhamos tanto acesso. Os exploradores não confiam mais em guias ou mapas enormes para encontrar uma nova localização. Agora, eles têm acesso às informações em tempo real, além de buscarem inspiração em pessoas reais nas redes sociais, blogs, fóruns e grupos.
Pasme – a pesquisa mostra que aproximadamente 1 em cada 5 viajantes (22%) pesquisa onde as celebridades se hospedam e tenta encontrar acomodações semelhantes. Com essa inspiração, 9% vão um pouco além – pasme ainda mais – recriando a pose da sua celebridade ou dos blogueiros favoritos.

Foto: Rawpixel.com/Pexels

Instagram inalcançável

De acordo com o levantamento da Booking.com, em 2019 será possível perceber um foco maior em influências de viagem honestas e verdadeiras. Os canais de viagem mais famosos nas redes sociais serão aqueles que criarem um conteúdo prático e útil em vez de um conteúdo fora da realidade. Enquanto os viajantes brasileiros têm interesse em ver um conteúdo que pareça real, a pesquisa mostra que muitos ainda cedem às pressões das redes sociais:

  • 18% já usaram uma foto antiga da viagem anterior como se fosse a viagem atual, onde eles estão mais atraentes;
  • 14% tiraram a foto de uma acomodação, fingindo que se hospedaram lá, mas na verdade se hospedaram em outro lugar;
  • 10% já fingiram ainda estar de férias, quando na verdade, já estavam em casa.

A pesquisa também revelou que mais de dois quintos dos viajantes brasileiros (42%) admitem que um dos fatores que consideram ao escolher uma acomodação é se hospedar em propriedades atraentes onde eles possam tirar fotos para utilizar nas redes sociais.

As ‘mentirinhas’ no Instagram certamente não são só contadas por brasileiros. Lembra da miss venezuelana que “viaja o mundo com seu próprio banheiro”? (Uma das várias matérias sobre, aqui) e da holandesa que se trancou em casa por 42 dias e fingiu estar viajando pelo Sudeste Asiático? Bem, esta quis provar o quão fácil era manipular as situações nas redes sociais e acabou mostrando como fazia isso – abaixo um dos vídeos dela que, depois acabou indo à Ásia, mas sem postar fotos.

 

Texto: Booking.com e Redação.
A foto (da home e) que traz até este post é de George Dolgikh/Pexels.

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
Baladas Pepper | Pepper | Editoria Baladas Pepper