Destaque Pepper Brasília
03/08/2017 Redação The Black Beef abre as portas na 402 sul Hamburgueria alagoana expande no país e traz para Brasília conceito inédito, oferecendo alta qualidade a preços competitivos
Redação

No dia 3 de agosto, Brasília irá ganhar sua primeira operação fast casual  com a inauguração da hamburgueria alagoana The Black Beef, na 402 sul. O conceito que oferece praticidade aliada a produtos de alta qualidade com preço final convidativo -  já é sucesso em redes americanas como Shake Shack, Smash Burguer e Chipotle.

A marca, que começou em um food truck há 3 anos em Maceió,  é uma febre e conquistou   o  mercado oferecendo o produto com qualidade gourmet e artesanal a baixo custo, em um ambiente charmoso com  atendimento no balcão, sem garçom. 

 O idealizador do negócio é o multifacetado chef baiano Deco Sadigursky, que  viveu em Nova Iorque e trabalhou na  rede mexicana Rosa Mexicano . Ao voltar para o Brasil, realizou seu sonho e montou  um food truck com uma antiga ambulância emprestada por seu tio e a levou para Maceió, quando seus burgers caseiros caíram nas graças das pessoas na região.  “Fiz uma pesquisa e vi que os três produtos mais consumidos no mundo eram pizza, hambúrguer e hot dog. Apostei na carne e calculei uma venda de 50 unidades ao dia, para ter uma renda extra. A saída foi tanta que, na primeira semana, já vendia 50 em uma hora”, explica Sadigursky.

Deco tinha clientes assíduos como Maurício Coutinho (34), João Paulo Gomes (37) e Thiago Wanderley  (32), que se tornaram sócios para expandir os negócios. Nascia, em janeiro 2016, a primeira loja do The Black Beef comburgers artesanais. “O sucesso foi tanto que fizemos marketing de contenção, quando abrimos as portas da loja. Era uma fila que não acabava nunca. Logo ficamos prontos para a demanda e hoje servimos 10 mil unidades ao mês”, explica Coutinho.

 No cardápio, burgers que vão de R$ 15 a R$ 24, com blends de carne bovina e frango elaborados pelo chef Sadigursky, que confessa utilizar cortes que dão suculência à proteína utilizada, com uma proporção de 25% de gordura. Todos os meses, ele lança um burger que fica no cardápio por 30 dias, o que faz com que o cliente tenha sempre algo novo para experimentar, como burgers com cordeiro, camarão, lagosta, lombo de porco.

Os campeões de vendas da marca são o Black Rib (R$ 20)feito de costela bovina, maionese especial, muçarela, molho barbecue e bacon, em um exclusivo pão que é o híbrido do brioche com o pão de burger.  Outro carro-chefe é o Big Black Beef  (R$ 24) no pão australiano com dois burgers bovinos de 120g, muçarela, cebolas caramelizadas, cheddar e barbecue. Para as crianças, o Cheese burguer 120g (R$ 15), clássico burguer com três vezes mais queijo e maionese, sanduíche que cabe na mordida dos pequenos.

Outra sensação do The Black Beef é a batata belga  da Crinkle Fries, marca que também fornece o produto para a rede nova-iorquina Shake Shak. Ela é servida  frita com uma casquinha crocante e a parte interna bem macia. Para ficarem ainda mais especiais, as batatas aparecem também em porções como as Brie N’ Fries (R$ 16) cobertas de queijo brie e geleia de pimenta com bacon e a Cheddar N’ Fries (R$ 15) cobertas com cheddar derretido e farofa de bacon.

Os  pães também são exclusivos da marca e criados pela chef e consultora de panificação, Valgra Mello da Padoca, de Alagoas. “Nossas receitas são exclusivas e não levam conservantes. Por isso, em cada praça elegemos uma padaria para testaremos e fabricarmos as fornadas do The Black Beef. Em Brasília, fizemos os testes na Pão Dourado e deu muito certo”, explica Mello. Falando em exclusividades, quase tudo o que vai no pãoé feito na ou para a casa, como a muçarela, os molhos e o bacon.

milkshake é um item que não pode faltar em uma hamburgueria, e a The Black Beef não foge à regra. A ofertaé de cinco versões com Maltine, NutellaÓreoPaçoca com doce de leite e o novíssimo Ninho, que encabeça a lista dos mais pedidos (R$ 12/ 300 ml e R$ 14 /500 ml).

E para beber, além dos refris, as cervejas Eisenbahn Trigo e Pilsen (R$ 9) e o Chopp Heinken (R$ 9). Àqueles que não são amantes da boa cerva, o vinho Casa Valduga Priemium Cabernet Sauvignon 187 ml (R$ 14) para harmonizar com os burgers.

Os sócios investiram R$ 500 mil em Brasília, para a loja própria de 200 m2, com capacidade para 80 pessoas. Estão também  acompanhando as obras avançadas  dos franqueados  na Vila Olímpia (SP) e Uberlândia (MG), que serão inauguradas até agosto. Revelam, ainda, que estão de olho em outro ponto, na capital do país, e esperam retorno do investimento em 18 meses. 

Após os três primeiros meses de funcionamento em Brasília, a The Black Beef iniciará o delivery e ainda abrirá na madrugada.

 Bom para cachorro

Até o melhor amigo do homem vai se deliciar com a The Black Beef. Os caninos foram lembrados e o chef Deco, um declarado pet friendly, criou o Menu Totó (R$ 6), composto de sorvete de baunilha com 100% de leite e biscoitos caninos . As receitas foram aprovadas por veterinários e também pelos cães. Para se deliciarem com o menu, os pets ganharam um espaço na varanda com água fresquinha, oferecida pela casa.

Arquitetura

Impossível não se surpreender com o projeto da loja  The Black Beef de Maceió, assinado pelo arquiteto pernambucano Mariano Teixeira (63). A fachada lembra um grande trailer com área externa repleta de mesas e cadeiras, para não perder a característica da proposta inicial da marca, a informalidade de uma loja de rua.  Espaço perfeito para acomodar também os cães. Tudo com bom gosto, mas seguindo o  estilo industrial, nítido instalações aparentes, chapas de alumínio, pinturas em preto, prata e detalhes em madeira, que trazem sofisticação e aconchego. O projeto arquitetônico será replicado para as lojas próprias e franquias.

Mais sobre o Chef

O baiano André Sadigursky – Deco (34) é filho de restauraters com expertise de duas décadas, formou-se em relações internacionais, fisioterapia e gastronomia. Foi para Nova Iorque atuar como fisioterapeuta mas, depois de trabalhar na cozinha da franquia mexicana Rosa Mexicano, decidiu assumir a dólmã e correr atrás de seu sonho, em seu país. No Brasil, já assumindo a gastronomia, foi personal chef, prestou consultorias assinando cardápios de resorts, pousadas e restaurantes e  para esse profissional  inquieto não ter as noites livres, inaugurou o food truck The Black Beef, em Maceió. 

The Black Beef

SCLS 402 Bloco B Loja 25

Aceita todos os cartões

Acessibilidade rampas e banheiros

Capacidade: 80

Espaço para pets

Fone: (61) 3225-7991

Funcionamento:  De segunda a quinta das  11h às 16h e das 18h às 23h / Sextas e sábados a casa fecha à 1 hora da manhã. 

Cardápio: http://www.theblackbeef.com.br/cardapio/

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS