Destaque Pepper Brasília
15/03/2018 Redação Última semana: Espetáculo que debate HIV nos tempos atuais encerra temporada neste final de semana Espetáculo autobiográfico Boa sorte: O musical encerra a temporada brasiliense neste final de semana
Foto: Taidson Morais

Quando Gabriel Estrela descobriu que era portador do vírus HIV, em 2010, muitas coisas mudaram em sua vida. Aos 18 anos ele passou a ver a vida e as relações familiares, afetivas e amorosas de um jeito diferente. Passado o processo de aceitação e auto-afirmação, o ator e diretor brasiliense viveu uma guinada em sua trajetória, dando início ao projeto Boa Sorte, que se vale de intervenções artísticas presenciais e virtuais para cumprir o fundamental acolhimento a jovens que se descobrem portadores do vírus. 

Atualmente, Estrela é uma das grandes vozes brasileiras quando o assunto é a desmistificação e o combate aos preconceitos acumulados a décadas em relação ao HIV, tendo representado o Brasil em fóruns internacionais e rendendo entrevistas e reportagens em grandes veículos de imprensa brasileiros e mundiais. 

Em 2018, o projeto Boa Sorte inicia circulação nacional sob o patrocínio da Caixa Seguradora. Com início na cidade de origem de Gabriel, a turnê passa por São Paulo (capital e interior), além de Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Brasília. Para além das sessões teatrais, o projeto se sustenta na seguinte tríade: apresentação do espetáculo, bate-papo com o diretor sobre como é viver com HIV nos tempos atuais e o Pavilhão Solidário, espaço expositivo que reúne ONGs e instituições relacionadas ao tema, com atividades centradas na conscientização para a prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis, entre exposições, oficinas e palestras. 

No Distrito Federal, o projeto ganha o apoio da rede SESC para desenvolvimento de suas atividades, em três semanas de temporada. A peça encerra as sessões nos dias 16 de março, às 15h e 20h; e 17 de março, às 17h e 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) e as sessões ocorrem no no Teatro SESC 504 Sul. O projeto começou nos dias 02 e 03 de março, no Teatro SESC Newton Rossi com entrada franca e sessões para escolas e ao público. Já no último final de semana, a peça chegou ao Plano Piloto, sendo apresentada no Teatro SESC 504 Sul dias 9 e 10 de março. 

Com um repertório de canções da MPB, Boa Sorte: o musical traz o relato autobiográfico de um jovem que se descobriu portador do vírus da Aids aos 18 anos. Em cena, o rapaz repensa seus relacionamentos com amigos, família, namorado e médicos depois do diagnóstico, sempre acompanhado de música ao vivo. “Descobri-me vivendo com HIV muito jovem e se na época eu tivesse a referência de outras pessoas soropositivas vivendo bem e dispostas a conversar abertamente, tudo teria sido menos complicado”, recorda o autor e diretor da peça, Gabriel Estrela, hoje aos 26 anos. 

Para o diretor do Instituto Caixa Seguradora, Grègoire Saint Gal de Pons, a qualidade artística do espetáculo é um bom caminho para trazer à tona a discussão sobre o comportamento e a saúde sexual dos jovens. “Patrocinar o espetáculo fortalece o Instituto e os nossos programas de juventude, pois discute o HIV e Aids sob a perspectiva da vida. É essa a realidade que tentamos levar aos jovens por meio dos nossos patrocínios, pesquisas e projetos”, afirma Grègoire. 

Desde seu início em 2015, o projeto já promoveu diversas intervenções envolvendo teatro, fotografia, música, palestras e bate-papos, entre outros. Falando sobre HIV/Aids sempre com arte, informação e acolhimento. Para essa temporada, uma novidade: em cada sessão, um youtuber ou influenciador diferente será convidado a integrar o elenco, criando uma verdadeira rede de pessoas dispostas a falar sobre e a engajarem-se nessa causa. 

No Pavilhão Solidário, sempre uma hora antes de cada sessão, o público poderá participar de uma roda de conversa sobre HIV/Aids, com a participação do diretor do espetáculo, das instituições afins do DF, e dos convidados a cada semana de temporada. 

Os convidados para as sessões de Brasília são o ator Luiz Gustavo Carrier e o youtuber Max Valarezo no dia 3 de março; os atores Mateus Figuero e Emanuel Lavor no dia 10 de março, respectivamente às 17h e 20h; o ator Deni Moreira no dia 16 de março; e o instagrammer João Doederlein (@akapoeta) no dia 17 de março. Após todas as sessões, um debate de 40 minutos com o público reforça os objetivos de conscientização do espetáculo. 

Sob a direção de Estrela, o musical conta com jovem e talentoso elenco formado por Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani, além de banda formada por Bianca Paysan (violão), Fernando Bastos (piano e direção musical) e Marília Nóbrega (violoncelo). 

Sobre Gabriel Estrela

O brasiliense Gabriel Estrela tem um canal no YouTube chamado Projeto Boa Sorte desde 2015 para mostrar as vivências de um portador do vírus HIV e falar sobre como ele lidou com todas as mudanças após a descoberta da doença. Com mais de 23 mil inscritos, o ator fala também sobre assuntos diversos e traz convidados para falar do cotidiano. 

Quando começou o projeto, Gabriel fez um vídeo com a youtuber Jout Jout no qual explicou vários fatos sobre o HIV no canal da jornalista. A conversa tem mais de 810 mil visualizações e apresenta muitas curiosidades que não são comuns das pessoas saberem. Um ano depois ele voltou ao canal de Jout Jout e respondeu às dúvidas enviadas pelos seguidores dela. 

Sobre o diretor musical - Fernando Bastos

Fernando Bastos é professor de canto membro da International Voice Teachers of Mix (IVTOM) e licenciado em Música pela Universidade de Brasília. Estudou canto com as professoras Dani Baggio e Dra. Daniela Stieff, além de ter feito aulas com os professores Dean Kaelin (EUA), Dr. Hubert Noé (Áustria) e Adam Roebuck (EUA). Natural de Brasília, lá fez a preparação vocal e direção musical de diversos projetos. Ministra aulas particulares de canto desde 2012, com foco na preparação de atores para teatro musical. Atualmente é professor de Técnica Vocal na 4ACT Performing Arts em São Paulo. 

Ficha técnica

Texto e direção: Gabriel Estrela

Direção musical: Fernando Bastos

Iluminação: Ramon Lima

Cenografia e Figurinos: Breno Abreu

Com Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani

Banda: Bianca Paysan, Fernando Bastos e Marília Nóbrega

Fotos: Ronaldo Gutierrez

Arranjo ”Vivo”: Maria Barrilari

Programação Visual: Denise Bacelar

Operador de luz: Alexandre Zullu

Operador de som: Kleber Marques

Assessoria Jurídica: Olivieri Associados

Coordenação financeira: Cleonice Chaves

Produção de figurinos: 7 Company Studio

Produção executiva: Mcd Produções

Direção de Produção: Fernanda Signorini

Realização: Signorinimkt Produções Culturais Ltda

Idealização: Fernanda Signorini e Gabriel Estrela

Patrocínio: Instituto Caixa Seguradora

Apoio: SESC

Serviço: Projeto Boa Sorte 

NO TEATRO SESC 504 SUL - ASA SUL

Datas e horários: 16 de março, às 15h e 20h; e 17 de março, às 17h e 20h.

Endereço: Teatro SESC 504 Sul - 504/505 Sul, Bl. A - Asa Sul

Classificação indicativa: Livre

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Contato: 61 3217-9123 

Duração da peça: 55 minutos

Bate-papo com Gabriel Estrela e convidados: 40 minutos

Pavilhão Solidário: composto por ONGs do DF a fins do tema (em confirmação)

Acesso gratuito.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
                  
evden eve nakliyat evden eve nakliyat fiyatları şehirlerarası evden eve nakliyat