Cultura Diversão e Arte
25/10/2017 Redação Videodança Cora será lançada no Espaço Cultural Mapati
Fotografias: Marco Mugnatto/divulgação

A escritora goiana Cora Coralina (1889 - 1985) é conhecida pelo talento literário em verso e prosa. Na videodança Cora, porém, a coragem da mulher por trás das letras é revelada em movimentos de dança contemporânea em duas passagens da vida da escritora. 

Financiado por meio de recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) da Secretaria de Cultura do Distrito Federal (Secult), a estreia da videodança será realizada no dia 26 de outubro, às 19h, no Teatro Mapati (707 Norte, Bloco K, Casa 5). A entrada é franca. 

A escritora goiana nascida no século XIX tinha apenas 21 anos quando saiu de casa em Vila Boa de Goiás (atual Cidade de Goiás) para viver um grande amor. Cora retornou à sua cidade natal aos 67 anos, na maturidade, quando finalmente pôde publicar seus textos constituídos de crônicas, poesias e literatura infanto-juvenil. 

Os dois momentos da vida da escritora são executados pelas bailarinas Izabella Beatriz (juventude) e Angela Mognato (maturidade) que entrelaçam movimentos, unindo dois tempos da vida da escritora. Criada pela diretora coreógrafa Vann Porath, a coreografia se fundamenta na exploração consciente do corpo: 

"Não interessa a esta criação narrativas feitas de memórias ou contar a história de Cora Coralina, o que nos move são as perguntas que Cora nos faz a cada ensaio, a cada encontro. Com seus textos ela nos provoca com seu singular olhar e nos permite gerar campos coreográficos feitos de terra, canela, doces, olhares, estradas, escolhas e pedras", define a coreógrafa. 

A equipe, munida de equipamentos cinematográficos, rumou para a Cidade de Goiás onde visitaram o Museu Casa de Cora Coralina (antiga casa da escritora) e lugares importantes da cidade como o Rio Vermelho e a Velha Casa da Ponte. Na ocasião, as dançarinas se colocaram em contato com o universo da autora, mergulhando  nas águas dos rios da região e experimentando os doces recriados a partir de receitas de Cora. 

Envolvidas nessa atmosfera, as artistas criaram os movimentos realizados para a câmera. “O desejo de conversar com a poetisa Cora Coralina move a construção da videodança. Estamos embebidas por suas plásticas palavras de movimentos vastos.  Sua poesia, seus contos não estão separados do seu viver, ela buscava força na terra, fazia doces como um modo de se comunicar”, detalha Vann Porath. 

A videodança produzida pela produtora Baleia Filmes é a realização de um projeto gestado há um ano pela bailarina Angela Mognato e teve a direção da realizadora audiovisual Márcia Regina e direção de fotografia de Gustavo Letruta. Os cenários escolhidos valorizam os elementos da natureza sempre presentes na literatura da escritora: água, pedras, flores e a terra vermelha do cerrado. 

Breve biografia: Cora Coralina 

A escritora nasceu na Cidade de Goiás em 1889 e foi batizada como Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas. Ana Lins se autoproclamou Cora Coralina para publicar seus textos sem sofrer a repressão da família. 

Cora Coralina fugiu para o interior de São Paulo para casar-se com o advogado Cantídio Tolentido de Figueiredo Bretas. Ambos tiveram seis filhos. Quando o marido morreu precocemente Cora foi trabalhar como lavradora. E, mais tarde, vendedora de livros. 

Regressou sozinha a sua cidade natal com 67 anos. Sustentava a casa vendendo doces de figo, abóbora e mamão.  Somente aos 76 anos publicou o primeiro livro Poemas dos becos de Goiás e estórias mais (1965). O livro caiu nas mão do poeta Carlos Drummond de Andrade que ajudou a divulgar o nome da escritora nacionalmente. 

Morreu em Goiânia, em 1985, aos 95 anos, vítima de pneumonia. 

Link do projeto: 

http://www.videodancacora.com/

Teaser no YouTube

https://youtu.be/6DEvM8LLiFg 

SERVIÇO 

Videodança Cora - Baseado na vida da escritora Cora Coralina 

DIA:  26 de Outubro

Hora : às 19h

LOCAL: Espaço Cultural Mapati (707 Norte, Bloco K, Casa 5)

Informações: https://www.facebook.com/videodancacora/ 

Entrada franca

Classificação indicativa livre 

Ficha Técnica 

Diretora de Coreografia

Vann Porath

DANÇARINAS

Angela Mognato

Izabella Beatriz

BALEIA FILMES

Produtores audiovisuais:

Márcia Regina e Gustavo Letruta

FOTOGRAFIAS

Marco Mugnato

LOGOMARCA

Clarice Falcão 

SITE

Kaká Bessa

ARTE

Liana Falcão 

FIRURINO

Neta Maria 

Gilda Rodrigues 

TRILHA SONORA 

Composição e Arranjo

Vinícius  Campos Queiroz  

Sanfona

Gustavo  Schelb  e Rodrigo  Zolet 

Viola

Vinícius  Campos Queiroz 

Rabeca

André Luiz 

Gravação

Caio Costa  e Marcelino  

Cello

Nicolas Guilherme 

Mixagem

Caio Costa

DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS